EDIÇÃO 118 » ESPECIAIS

3ª Etapa do BSOP - Recife


Marcelo Souza

Pela primeira vez em 11 temporadas, a Brazilian Series of Poker desembarcou em Pernambuco. Para a realização de sua terceira parada em 2017, o BSOP escolheu o luxuoso e novo hotel Sheraton Reserva do Paiva. 

Devido a coincidência de datas com as grandes séries do poker online, o field acabou sendo um pouco menor do que o normal, mas a essência e o charme que só Campeonato Brasileiro de Poker podem oferecer permaneceram.

DIA 1A

Entradas: 212

Classificados: 66

Chip Leader: Ingo dos Santos (São Paulo) – 229.400 (191 bbs)


DIA 1B

Entradas: 246

Classificados: 77

Chip leader: Iuri Gomes (Pernambuco) – 197.300 (164 bbs)

Classificados para o Dia 2: 133/458


DIA 2 

Chip leader: Carlos Alberto de Lima (Paraná) – 838.000 (70 bbs)

Classificados para o Dia 3: 31/458


DIA 3

Chip leader: Gabriel Bonfim (Bahia) – 3.123.000 – 62 bbs

Bolha da mesa final: Alexandre Rivero (Rio de Janeiro) – R$ 17.400

Classificados para a mesa final: 08


MESA FINAL

Só deu um na decisão do BSOP. O carioca Fábio Sousa, que começou a mesa final com o segundo maior stack, mostrou um desempenho irrepreensível. Ele eliminou todos os sete jogadores em pouco mais de oito horas. O curioso é que a primeira eliminação, também por suas mãos, só aconteceu depois de duas horas de jogo.

Na mão que decidiu o título, Fábio Sousa abriu raise para 360.000 fichas. Adalberto Elias deu call e os dois viram o flop 7♦2♠6♥. Adalberto deu check-call na aposta de 420.000 de Fábio, e o dealer virou um 10♥ no turn. Novamente, check-call do gaúcho, dessa vez, em uma aposta de 840.000. O river foi um 7♥ e Fábio anunciou all-in após Adalberto pedir mesa. Depois de pensar muito, ele anunciou o call e mostrou 8♠6♠, pouco para derrotar o 10♦10♠ de Fábio. Full-house, título e R$ 185.000 para o jogador do Rio de Janeiro.


Resultado Final:

1. Fábio Sousa (Rio de Janeiro- RJ) R$ 185.000

2. Adalberto Elias (Porto Alegre- RS) R$ 116.660

3. Ingo dos Santos (Balneário Camboriú - SC) R$ 83.700

4. Jose Andrés Torres (Argentina) R$ 66.460

5. Danilo Gomes (João Pessoa - PE) R$ 52.130

6. Rafael Diniz (Recife - PE) R$ 40.830

7. Gabriel Bonfim (Jaguaquara- BA) R$ 30.700

8. Antônio Aquino Jr. (Ji-Paraná - RO) R$ 21.800

 

Ficha Técnica:

1ª etapa do BSOP 2017

Data: 02 a 07 de fevereiro

Local: Enjoy Punta del Este (Uruguai)

Buy-in: US$ 900

Field: 784

Prize pool: US$ 578.839



O DESTAQUE: RODRIGO GARRIDO

O profissional do Betmotion! Rodrigo Garrido não venceu o Evento Principal, nem ganhou o maior prêmio da etapa de Recife do BSOP, mas, definitivamente, ele foi o grande destaque. Campeão brasileiro na temporada 2014, ele entrou para a história da série ao se tornar o primeiro jogador a vencer três torneios em uma mesma etapa.

Os títulos no evento de Heads-Up, no Turbo Knockout e no Hyper Turbo renderam a ele quase R$ 20.000 e mais 500 pontos no ranking, o que coloca o jogador de Santos na briga pelo também inédito bicampeonato brasileiro.

Em entrevista à Card Player Brasil, Garrido falou sobre seu momento mágico.


Marcelo Souza: Qual a sensação do feito inédito de cravar três etapas do BSOP? 

Rodrigo Garrido: É sensacional. Eu sempre digo que ganhar dinheiro no poker é muito bom, mas a sensação de cravar um torneio é indescritível. Imagina então vencer três? Foi um final de semana especial. A gente sabe que por mais você jogue bem, para cravar é preciso algo especial no dia. Tudo deu certo. Foram três títulos em quatro dias e não é inédito por acaso, acho bem difícil que eu consiga fazer de novo. 

MS: Ainda é cedo, mas vamos ver o Garrido brigar pelo bicampeonato brasileiro? Já pretende jogar mais de uma mesa simultaneamente como outros aspirantes ao título já vêm fazendo?

RG: Na verdade, não é cedo. Já estou na briga desde a primeira etapa. Eu fui campeão em 2014. Em 2015 e 2016 acabei de abrindo mão de brigar pelo ranking por ter começado mal. Neste ano, pontuei em três eventos nas duas primeiras etapas, então vou brigar até o fim do ano. No entanto, não pretendo fazer loucuras para alcançar o objetivo, como jogar três ou quatro torneios ao mesmo tempo. Acho que isso acaba prejudicando meu desempenho. O que costumo fazer é registrar em algum turbo no intervalo do jantar do Main Event — ao contrário do que muitas pessoas pensam, eu não abro mão de jogar o Main Event. Além de ser o torneio mais gostoso de jogar, é o que mais dá pontos — e tento fazer muitas fichas. Aí dá para levar os dois, mas sempre focando no maior torneio.

MS: Uma etapa com a de Recife, com poucos regulares, facilita ter um desempenho tão notável?

RG: Com certeza o nível técnico não foi tão alto quanto em outras etapas. Fora de São Paulo isso é normal e em época das grandes séries online, isso acontece. Mas mesmo assim os números nos torneios paralelos não mudam tanto. No heads-up, por exemplo, tive que vencer cinco partidas como em qualquer outra etapa.

MS: Um resultado como esses dá confiança para chegar em Las Vegas e arrebentar?

RG: Muita confiança. Neste ano, eu já estou indo para jogar a reta inteira. Vou ficar lá 50 dias, indo no dia 1º de junho. Com a boa fase que tenho vivido no poker ao vivo nos últimos, podem ter certeza que vem coisa boa de Vegas.

MS: Qual a importância do Betmotion! em tudo de positivo que vem acontecendo em sua carreira?

RG: Eu falo muito nos meus treinamentos e com amigos que jogar poker profissionalmente é muito difícil. Tem meses que, por melhor que você seja, você vai ficar no vermelho. Então ter o Betmotion! por trás me dá uma tranquilidade enorme para seguir a minha carreira. Minha parceria com eles é única, além do salário, eu ganho as entradas para jogar praticamente todos os torneios que quero. Nossa relação é incrível. Não é só colocar o patch, é defender a marca e o que ela representa no mercado de jogos online. É uma empresa fora da curva. 




RANKING

Campeão da etapa de estreia do BSOP 2017, em Punta del Este, no Uruguai, Marcelo Mesqueu segue sendo o grande destaque do circuito neste ano. Atual líder do ranking, ele voltou a brilhar em Recife pontuando em quatro eventos. Em um deles, o de pot-limit Omaha, ele acabou ficando com o título. Em seu encalço está o terceiro colocado do ranking no ano passado, o paranaense Affif Prado, que também venceu um dos paralelos na cidade pernambucana.


1. Marcelo Mesqueu (Rio de Janeiro) – 1.535 pontos

2. Affif Prado (Paraná) – 1.249 pontos

3. Felipe Torres (Rio de Janeiro) – 1.189 pontos

4. Rodrigo Garrido (São Paulo) – 945 pontos

5. Fábio Sousa (Rio de Janeiro) – 840 pontos




EVENTOS PARALELOS

Evento 1: R$ 1.500 PL Omaha (96 entradas)

Campeão: Marcelo Mesqueu (Brasil) R$ 31.860


Evento 2: R$ 600 NL Hold’em Turbo Big Antes (72 entradas)

Campeão: Affif Prado (Brasil) R$ 9.440


Evento 4: R$ 1.150 NL Hold’em Turbo Knockout (47 entradas)

Campeão: Rodrigo Garrido (Brasil) R$ 7.070


Evento 5: R$ 1.150 NL Hold’em Heads-Up (18 entradas)

Campeão: Rodrigo Garrido (Brasil) R$ 8.770


Evento 6: R$ 2.600 NL Hold’em Main Event (458 entradas)

Campeão: Fábio Sousa (Brasil) R$ 185.000


Evento 8: R$ 1.150 PL Omaha Turbo Knockout (27 entradas)

Campeão: Fred Volpe (Brasil) R$ 4.100


Evento 9: R$ 460 NL Hold’em Hiper-Turbo Knockout (41 entradas)

Campeão: William Júnior (Brasil) R$ 2.020


Evento 10: R$ 800 PL Omaha Dealers Choice (61 entradas)

Campeão: Ricardo Nakamura (Brasil) R$ 11.830


Evento 11: R$ 460 NL Hold’em Hiper-Turbo Knockout (83 entradas)

Campeão: Ingo dos Santos (Brasil) R$ 3.872


Evento 13: R$ 460 NL Hold’em Ladies Only (21 entradas)

Campeã: Beth Silva (Brasil) R$ 3.420


Evento 14: R$ 7.000 High Roller (71 entradas)

Campeão: Takeo Nakati (Brasil) R$ 122.000


Evento 15: R$ 1.150 NL Hold’em Turbo Knockout (65 entradas)

Campeão: Alexandre Russi (Brasil) R$ 8.640


Evento 16: R$ 460 NL Hold’em Hiper-Turbo Knockout (59 entradas)

Campeão: Rodrigo Garrido (Brasil) R$ 2.836


Evento 17: R$ 1.150 NL Hold’em No-Breaks Deepstacks (91 entradas)

Campeão: Pedro Henrique de Lira (Brasil) R$ 22.900


Evento 18: R$ 1.150 NL Hold’em 6-Handed (80 entradas)

Campeão: Felipe da Silva (Brasil) R$ 27.900


Evento 19: R$ 600 NL Hold’em Turbo 4 Blinds (51 entradas)

Campeão: Wagner Petry (Brasil) R$ 7.470


Evento 20: R$ 1.300 NL Hold’em Main Event Turbo (96 entradas)

Campeão: Álvaro Goulart (Brasil) R$ 25.547


Evento 21: R$ 400 NL Hold’em Last Chance Deepstack Turbo (237 entradas)

Campeão: Rafael Vilela (Brasil) R$ 16.600


Evento 22: R$ 3.000 NL Hold’em Turbo 6-Handed (40 entradas)

Campeão: Pedro Sousa (Brasil) R$ 15.560


Evento 23: R$ 460 NL Hold’em Hiper-Turbo Knockout (53 entradas)

Campeão: Fernando Antônio Couto (Brasil) R$ 2.620





NESTA EDIÇÃO


EDIÇÃO 118

Ano 10 - maio, 2017

ASSINE JÁ! ÍNDICE COMPLETO
FichasNet Garantimos o melhor negócio online na compra e venda de créditos.
RoyalPag - Comprou, jogou, ganhou, sacou!
Raise Editora - Os melhores livros de poker do mundo totalmente em português
Aumente seu stack agora! Stack fichas
Fichas Nupano - Compra e venda de fichas online
Raise Editora - Os melhores livros de poker do mundo totalmente em português

A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×