EDIÇÃO 108 » MISCELÂNEA

Explicando Poker como se eu tivesse cinco: Jogada da Carta Grátis


Equipe Card Player
Quando jogamos poker por muitos anos, é fácil de esquecer que a linguagem técnica do jogo pode ser bem diferente da linguagem tradicional, principalmente para nós, cuja língua é o português. Se você não lê bastante ou é iniciante no jogo, alguns conceitos podem ser desconhecidos ou passar batidos. O que são implied odds reversas? O que é stack to pot ratio? Para relembrá-lo ou ajudá-lo a não ficar perdido em meio a uma conversa de profissionais, trazemos esta coluna: “Explicando Poker Como Se Eu Tivesse Cinco”. Em cada edição, um novo conceito ou termo — e é provável que você sempre cruze com um ou dois deles no meio dos nossos artigos.
 
 
O CONCEITO: JOGADA DA CARTA GRÁTIS
 
É uma aposta ou um aumento em uma “street barata” que encoraja outros jogadores a pedirem mesa em uma “street mais cara”, dando a oportunidade de ver a próxima carta ou até mesmo ir para o showdown sem colocar mais fichas no pote. Geralmente, isso é feito para controlar o pote ou quando temos uma pedida de flush ou sequência. Essa jogada quase sempre é feita em posição, embora possa ser usada ocasionalmente sendo o primeiro a agir, com uma blocker bet (edição 94) ou um check-raise, que tendem a frear o agressor.
 
OK, AGORA EXPLIQUE COMO SE EU TIVESSE CINCO ANOS.
 
Você pode ganhar uma carta grátis, futuramente, apostando ou dando raise no início da mão.
 
DÊ-ME UM EXEMPLO
 
Você está segurando A  10  e aumenta do button. O big blind paga e o flop vem J 9 4. O big bind pede mesa. Você decide apostar com o nut flush draw, e ele paga.
 
O turn é um 2, que não ajuda sua mão. No entanto, por você ter apostado no flop, seu adversário pede mesa, muitas vezes acreditando que você irá apostar novamente. Ele pode estar fazendo isso também com um draw, uma mão de valor ou um monstro, com o qual ele planeja ir para o check-raise. Agora, você tem a opção de pedir mesa e ver o uma carta grátis no river.
 
Você também pode utilizar essa jogada com uma mão de valor para controlar o pote. Digamos que um jogador deu limp e você deu raise com KQ. O flop vem K109. Ele pede mesa, você aposta e ele paga.
 
O turn é um 9, e ele pede mesa novamente. Há uma chance de você ainda ter a melhor chance, mas por querer manter o pote pequeno, você pode pedir mesa com segurança, uma vez que sua aposta no flop lhe garantiu uma carta grátis para o river. Na última street, você pode reavaliar sua mão, de acordo com a carta que aparecer e com a ação do seu adversário.



NESTA EDIÇÃO


EDIÇÃO 108

Ano 9 - julho, 2016

ASSINE JÁ! ÍNDICE COMPLETO
FichasNet Garantimos o melhor negócio online na compra e venda de créditos.
RoyalPag - Comprou, jogou, ganhou, sacou!
Astropay
Aumente seu stack agora! Stack fichas
Fichas Nupano - Compra e venda de fichas online
Astropay

A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×