EDIÇÃO 106 » MISCELÂNEA

Explicando Poker como se eu tivesse cinco: Implied Odds


Equipe Card Player
Quando jogamos poker por muitos anos, é fácil de esquecer que a linguagem técnica do jogo pode ser bem diferente da linguagem tradicional, principalmente para nós, cuja língua é o português. Se você não lê bastante ou é iniciante no jogo, alguns conceitos podem ser desconhecidos ou passar batidos. O que são implied odds reversas? O que é stack to pot ratio? Para relembrá-lo ou ajudá-lo a não ficar perdido em meio a uma conversa de profissionais, trazemos esta coluna: “Explicando Poker Como Se Eu Tivesse Cinco”. Em cada edição, um novo conceito ou termo — e é provável que você sempre cruze com um ou dois deles no meio dos nossos artigos.
 
O CONCEITO: IMPLIED ODDS
 
É a quantidade fichas que você espera ganhar se o se o seu draw bater, mesmo que as odds imediatas do pote estejam contra você no momento.
 
OK, AGORA EXPLIQUE COMO SE EU TIVESSE CINCO ANOS.
 
Mesmo que as odds do pote mostrem que você deve largar sua mão, as implied odds podem tornar seu call bom, uma vez que você pode ganhar apostas extras se você completar a sua mão.  Implied odds é uma estimativa calculada através de muitos fatores, como seus outs, as tendências de apostas do seu oponente e o quanto sua mão está disfarçada.
 
DÊ-ME UM EXEMPLO
 
Você está segurando J  10 , o flop é K  Q  2  e há $100 no pote. Você acredita que seu adversário tem uma mão forte e, para vencer, é preciso completar sua sequência ou conseguir um flush de ouros no river. 
 
Seu adversário aposta $80. Com oito outs para vencer a mão, suas chances são de apenas 32%. É preciso pagar $80 para ganhar $180, o que significa que você não está conseguindo um preço certo e deveria dar fold. 
 
No entanto, se você acredita que tem as implied odds corretas, o call pode ser uma boa jogada. Se o turn e o river completarem sua mão e se o seu oponente continuar apostando ou mesmo pagar suas apostas, então as fichas que você possivelmente ganhará justificarão o call.
 
Obviamente, você precisa conhecer seu adversário muito bem. Se o turn trouxer um Ás e o adversário desistir da mão ou simplesmente der fold diante de uma aposta sua, então seu call no flop foi um erro. Por isso é importante que o seu draw esteja disfarçado ou que o range do seu oponente seja forte. Quando draws aparecem no bordo, principalmente flushes, a tendência é que os jogadores diminuam a agressividade e não apostem.
 
Para decidir se paga ou não, baseado em implied odds, você deve colocar o outro jogador em um range de mãos. Se esse range é composto majoritariamente por mãos fracas, com apenas um par, então você deve saber que não vale a pena perseguir seu draw. Por outro lado, se o range tem muitas mãos fortes, como trincas e dois pares, abre-se a possibilidade do call. 
 
É importante não subestimar a habilidade do adversário em dar fold — caso contrário, você pode começar a dar calls que não serão lucrativos.
 



NESTA EDIÇÃO



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×