EDIÇÃO 22 » FIQUE POR DENTRO

Card Player Pro: Jogo Agressivo Vale a Pena


Andrew Arnott

Ninguém gosta de ser manipulado, especialmente na mesa de poker. Enfrentar um oponente agressivo pode ser intimidador, irritante e caro. Então, naturalmente, queremos ser esse jogador! A beleza de colocar pessoas sob pressão é que elas vão se ajustar de muitas maneiras malucas e incorretas — e ao fazerem isso, jogam em nossas mãos.

Um bom exemplo disso é uma sequência de mãos que joguei na minha última série para o PokerSavvy Plus — “Apostando pelo valor em NL de $25 [buy-in]”. Na primeira delas estou no big blind com A 3. A mesa roda em fold até o small blind, um jogador sólido, inteligente e tight-aggressive. O vilão aumenta para $1, quatro vezes o big blind. Ele sabe que eu raramente terei uma mão boa o suficiente para continuar, então acha que vou desistir na maior parte do tempo. Contra a maioria dos jogadores, o vilão estaria certo, mas eu sei que isso significa que ele está aumentando com uma grande variedade de mãos. Além disso, estamos heads-up e eu tenho posição sobre ele, o que me dá uma enorme vantagem. Portanto, eu decido elevar a temperatura, e reaumento para $2,75 — o que não é uma boa situação para o vilão. Ele está fora de posição, com uma mão não-ideal, não tomou a iniciativa, e corretamente dá fold.

Algumas mãos mais tarde, eu recebo A A no small blind, e nosso vilão está no button. Ele abre aumentando para $1 de novo, e eu volto o mesmo reraise de $2,75. Dessa vez ele paga, e o flop vem Q 8 3. Eu aposto $3,65, e ele aumenta para $13. Nós ficamos all-in, e o vilão mostra 8 7, par do meio com flush draw, e meus ases prevalecem.

Nosso vilão cometeu um grande erro nessa sequência. Ele presumiu que, apenas porque eu coloquei pressão sobre ele duas vezes em pouco tempo, eu o estava perseguindo. Pagar com 87 é incorreto contra um jogador que nunca dá reraise fraco, pois ele não vai flopar algo que possa derrotar um overpair com frequência suficiente para tornar a jogada lucrativa. Então o pagamento dele indica que ele pensa que eu estou tentando manipulá-lo, e talvez ele possa me afastar da mão depois do flop. O vilão conseguiu um bordo fantástico, mas você pode ver que, mesmo numa das melhores hipóteses, ele ainda colocou seu dinheiro estando atrás.

Esse é um grande exemplo de como jogadores inexperientes reagem exageradamente diante de agressividade. Contra esse tipo de oponente, você deve querer incomodá-lo bastante a ponto de ele começar a cometer erros; então, quando perceber que ele sofreu o bastante, comece a atirar com suas mãos grandes. Note que eu reaumentei o exato montante de antes; depois, no flop, apostei pouco para parecer que eu estava tentando ganhar o pote pagando pouco. Se ele achar que eu o estou manipulando, devo querer ajudá-lo a se convencer de que estou blefando — mas sem essa operação cuidadosamente planejada de agressividade inteligente, essa jogada poderia não ter funcionado.

Para ver Andrew Arnott comentando e jogando essa mão, acesse Card Player Pro, o site completo de treinamento de poker online, em www.CardPlayer.com/link/ama-1.




NESTA EDIÇÃO



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×