EDIÇÃO 116 » MISCELÂNEA

Final Table

Brian Altman faz uma overbet blefando e pega um grande blefe para vencer o torneio


Redação

Brian Altman é um profissional de 28 anos graduado em Farmácia e Ciências Médicas. Quando ainda estava estudando, a Black Friday foi um baque em sua carreira. Depois de graduar-se, ele viajou por um tempo até mudar-se para Montreal, no Canadá, com o objetivo de jogar poker. Em 2015, Altman venceu o WPT Lucky Hearts Poker Open e embolsou US$ 723.000. Ele já acumula US$ 1,6 milhão de premiações em sua carreira.

Altman valoriza muito sua carreira. Ele é o próprio chefe, tem horários flexíveis e pode viajar o mundo à vontade. Seu hobbies são: colecionar vinhos, visitar cervejarias, viajar, cozinhar, assistir ao UFC e passar o tempo com amigos e família. 

Evento: World Series of Poker International Circuit Canadá

Jogadores: 520

Buy-in: US$ 1.273

1º prêmio: US$ 127.542

Posição: 1º


MÃO 1

Conceitos chave: Leitura de mãos e estreitamento de range.

Craig Tapscott: Qual era o seu plano para a mesa final?

Brian Altiman: Eu cheguei à mesa final com 45 big blinds, o quarto maior stack.  Por sorte, peguei boas mãos e ganhei muitos potes pequenos. Eu pretendia jogar de maneira sólida e atacar os big blinds dos jogadores mais tights.

Michael Gentili aumenta para 65.000 do UTG. Altman paga do big blind com K♣5♣.

CT: Por que dar call com uma mão tão fraca e estando fora de posição?

BA: Se o aumento dele fosse maior, eu teria largado minha mão, mas um raise tão pequeno me dá odds suficiente para pagar, mesmo estando contra um range mais forte.

Flop: Q♠ 9♠ 6♦ (pote: 190.000)

Os dois jogadores pedem mesa.

CT: Depois que ele pede mesa, você começa a formular um plano para roubar o pote?

BA: Esse é um bordo muito ruim para minha mão. Eu não tenho um par e nenhum tipo de draw. Não me vejo ganhando esse pote com frequência. Mesmo se eu conseguir um draw no turn, não vou conseguir levar o pote com apenas uma aposta. Na verdade, estou preparado para dar check-fold na maioria dos turns.

Turn: J♥ (pote: 190.000)

Altman pede mesa. Gentili pede mesa.

River: 4♠

Altman aposta 240.000. Gentili dá fold. Altman puxa um pote de 190.000.

CT: Quando você faz uma overbet no river, qual o range de Gentili?

BA: Eu não acho que ele vá pedir mesa com quaisquer trincas duas vezes seguidas. Eu não sei se ele aumentaria do UTG com 4-4. Se sim, o esperado é que ele faça um continuation bet (c-bet) no flop. Com isso, eu já tiro as trincas do seu range. Acho que o único combo de dois pares seria de J♦Q♦ e J♣Q♣, que também apostaria no flop quase sempre. Ases, Reis e Q-X também apostariam no flop ou, eventualmente, no turn.

Nesse river, acho que é bem provável que ele tenha algum par, como 7-7, 8-8 e 10-10 ou algum 9-X (A-9s ou 10-9s) se ele tiver um range mais amplo de raise. Há também em seu range mãos como K-J, J-10 e A-J. Em termos de flushes, ele poderia ter A-K, A-J, A-10, K-J, K-10, 7-8 e alguns A-X. No entanto, acredito que com a maioria dessas mãos ele faria uma c-bet.

CT: E qual o seu range percebido?

BA: Eu posso ter praticamente tudo. Trincas, combinações de dois pares, flushes e sequências. E por ter tantas mãos de valor no meu range percebido é difícil que ele me pague com uma mão média. Devido a pequena chance de ele ter uma mão de valor, eu posso apostar alto com as minhas mãos de valor ou com meus blefes, o que deixa em uma situação terrível. Depois do torneio, ele me falou que tinha um 9 e que me pagaria se eu fizesse uma aposta menor. Então fiquei bem feliz com a minha jogada.


MÃO 2

Conceitos chave: Leitura de mãos e tamanho de apostas.

CT: Uma vez que você chegou ao heads-up (HU), como você espera jogar contra Erik Lemarquand?

BA: Bem, ele fez várias 3-bets nas mãos anteriores do HU, então eu sei que ele está jogando de maneira rápida e agressiva. Espero um estilo de jogo de alta variância.

Altman aumenta para 150.000, do button (BTN), com K♦6♠.

BA: Em uma mesa com seis ou mais jogadores, K-6o não é uma mão bem marginal, mas em HU é provavelmente a melhor mão, então vale o raise. Eu fiz um aumento maior do que o mínimo para que ele não tenha as odds corretas para defender com mãos muito ruins. Com quase 70 big blinds efetivos, acho que é um bom tamanho de aposta.

Lemarquand paga.

Flop: K♠ 7♦ 6♦ (pote: 320.000)

Lemarquand pede mesa. Altman aposta 100.000.

CT: Por que uma c-bet tão pequena?

BA: Minha c-bet de 30% do pote é para manter um range amplo no jogo, já que minha mão é muito forte. Apostando baixo, ele pode querer fazer com float com mais frequência.

Lemarquand paga.

Turn: Q♣ (pote: 520.000)

Altman aposta 300.000. Lemarquand paga.

BA: Minha aposta no turn vai variar entre meio pote e um pote e meio. Sinto que minha aposta foi boa, pois mantém alguns 7-X e até 6-X no pote.

River: 5♥ (pote: 1.120.000)

Altman aposta 850.000

BA: Minha aposta no river é bem alta e eu polarizo minha mão.

Lemarquand vai all-in.

CT: Não era o que você esperava, imagino. Qual o range de Lemarquand aqui?

BA: Quando ele faz um check-raise-all-in, ele representa uma mão muito forte (sequência, trinca ou dois pares melhores) ou está transformando algum tipo de valor em blefe. Eu não acredito que ele daria check-call duas vezes com draws para sequência (9-8, 4-3 e 8-4). Acho que os únicos combos de draws para sequência que ele jogaria assim seriam aqueles com draw para flush também. Portanto, acredito que com draws para sequência, ele daria check-raise no turn, o que colocaria muita pressão sobre mim. Levando isso em consideração, é improvável que ele tenha uma sequência.

CT: Quanto a dois pares?

BA: Dar check-raise-all-in, no river, com dois pares é bem arriscado. Eu tenho a vantagem de range aqui e eu poderia ter todas essas trincas, dois pares ou sequências. Posso tirar do range dele K-K e Q-Q, já que ele faria uma 3-bet pré-flop com as mesmas. Também posso descontar alguns combos de K-Q pelo mesmo motivo. Não sei se ele faria uma 3-bet com 5-5, 6-6 ou 7-7 com stacks tão confortáveis. Se sim, isso faz com que aas chances de ele ter trincas caiam para perto de zero. Não acho que ele jogaria 5-5 assim e com 7-7 ou 6-6, pela maneira ele que vinha jogando, ele teria dado raise em algum ponto. Soma-se a isso o fato de que estar bloqueando um Rei e um Seis. Depois de alguns minutos pensando...

Altman paga.

Lemarquand mostra 9♥7♥, e Altman puxa um pote de 10.355.000.

BA: Acho que 9-7 é uma das mãos que eu também blefaria esse river, já que ele ainda tem um 9 na mão, o que bloqueia a sequência nuts. É uma mão bem justa para blefar. Mas da maneira rápida que ele vinha jogando, seria muito difícil que eu desse fold com qualquer mão de valor.




NESTA EDIÇÃO



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×