EDIÇÃO 11 » MISCELÂNEA

Fique Esperto


Gavin Griffin

Matemática Com Par de Ases Pré-flop

Gavin:
Você largaria um par de ases pré-flop em um torneio? Por exemplo, se estiver nos estágios iniciais e houver quatro jogadores de all-in na sua frente, você provavelmente não tem mais do que 35% de chances de ganhar. Se você estivesse confiante em seu jogo e ganhando dos adversários sem ter que colocar seu dinheiro numa situação em que perderia na maior parte do tempo, você daria fold? Ou você sempre pagaria nessa situação?

A única ocasião em que é correto descartar um par de ases pré-flop em um torneio é em um super-satélite, ou em algumas situações bastante específicas da reta final da disputa, nas quais as considerações acerca dos prêmios sustentam essa decisão. Dito isso, eu jamais descartaria um par de ases pré-flop em um MTT comum com uma estrutura de pagamentos normal, pois eu sempre jogo pelo primeiro prêmio, independentemente de qualquer coisa. A situação na qual seria correto desistir de ases pré-flop provavelmente jamais ocorrerá em minha vida, então eu não me preocupo em ter que enfrentar esse problema. Na situação que você descreveu, eu ficaria feliz em comprometer todo meu dinheiro nessa oportunidade. Ilustremos uma situação ruim e vejamos o que os números nos dizem. Digamos que temos os dois ases negros. O oponente A tem 54, o B tem J10, o C tem 22, e o D, nosso único adversário aparentemente não-insano, tem KK. Usando a Poker Odds Calculator da CardPlayer.com, descobrimos que, em 37,35% das vezes, ganhamos cinco vezes nosso estoque inicial no começo do torneio; em 62,65% das vezes, perdemos. Eu correria esse risco sempre. Mas olhemos para uma situação mais normal. Mais uma vez, temos A A, mas, dessa vez, iremos supor que nossos oponentes são menos insanos. O oponente A aposta com JJ, o B aposta com AK, o C tem QQ, e o D tem KK. Dessa vez, a Poker Odds Calculator da CardPlayer.com nos diz que ganharemos em 50,52% das vezes e empataremos em 1,24% das vezes. Você estaria disposto a correr o risco com odds de 4-1 sobre seu dinheiro? Eu faria isso o dia todo, todo dia, até que o perdedor ficasse sem dinheiro algum. O poker envolve muitos fatores, e um deles é saber quando se deve apostar. Em minha opinião, ter odds de 4-1 a favor em 37% das vezes é uma decisão automática; já um favoritismo de 50,5% é algo que realmente não deve ser sequer questionado.


Jogada Fora de Posição

Gavin:
A situação de que eu menos gosto no poker é estar fora de posição e aumentar pré-flop. Quando dou continuation-bet no flop e meu oponente paga, ele tem um draw ou um par? Ele está dando floating e tomará a iniciativa no turn se eu pedir mesa? Tudo isso passa por minha cabeça, e é difícil saber como agir.

Eu sei que o poker é situacional e que cada flop pode ser diferente, mas, em geral, como você gosta de jogar quando está fora de posição, contra um oponente, e sendo o primeiro a dar raise pré-flop?
— Brooks Rogers

Ei, Brooks:
Obviamente, a resposta padrão para essa pergunta é o velho “depende”. Como sempre, o ponto mais importante para saber o que fazer é conhecer seus oponentes. Deixe um adversário agressivo tomar a iniciatiav e aposte contra um jogador mais sólido, reagindo às ações dele nas streets posteriores. Se um jogador passivo pagar ou aumentar sua aposta e você não tiver uma mão muito boa, não há problema em se livrar dela, pois você não quer jogar fora de posição contra um jogador sólido apostando alto. Uma das coisas que eu gosto de fazer nessa situação é jogar defensivamente. Peça mesa ou apenas pague com mãos médias ou boas, e seja agressivo com mãos excelentes ou draws fortes. Manter o pote pequeno quando você estiver um pouco fraco e participar de grandes potes quando você tem uma mão grande nunca é um caminho errado a se seguir, certo?



Como Você Faz Isso?

Gavin:
Todo mundo escuta essas histórias do “Moneymaker”, em que alguém aposta uma pequena quantia de dinheiro e ganha um campeonato. Contudo, ninguém parece querer reconhecer o valor do trabalho árduo e diário necessário para se atingir o nível que você alcançou no poker. Como você faz isso? Como você faz para ir de uma mesa de no-limit hold’em de $1-$2 à vitória em um grande torneio? Você acha que é preciso chegar a um torneio através dos satélites ou precisa de um bankroll que lhe possibilite comprar o buy-in? Eu tenho trabalhado arduamente, mas pareço precisar de apoio financeiro para chegar ao nível que desejo jogar, e estou começando a ficar frustrado.

Estou certo de que você lidou com todos os tipos de altos e baixos do negócio. Eu apenas não entendo o que preciso fazer para chegar ao nível seguinte do meu jogo. Qualquer tipo de resposta para esse problema será muito bem vinda.
— Ronald M. Elkins III

Oi, Ronald:
Uma das coisas que eu sempre fiz, para o bem ou para o mal, foi aumentar meu bankroll de maneiras um pouco diferentes. Primeiro, eu tentava a sorte em um jogo maior mesmo sabendo que meu bankroll não poderia suportar aquela mesa regularmente. Obviamente, as condições da partida devem ser boas e ela não pode ser tão cara a ponto de afetar meu jogo. Digamos, por exemplo, que você jogue regularmente limit hold’em de $20-$40 e tenha um bankroll de $12.000. Você vai até o cassino local e descobre que há uma suculenta mesa de $50-$100 em andamento. Obviamente, você não tem o bankroll adequado para jogar aí regularmente, mas não é uma má idéia entrar no jogo com $2.000 ou mais e tentar obter uma vitória. Depois de alguns potes vencidos, você pode começar a jogar mais nessa mesa.

Em relação a torneios, satélites são sempre uma boa opção, mas se você se considera um bom jogador de cash games, pode ser melhor passar o tempo que você gastaria em satélites jogando cash games para conseguir seu buy-in. Por fim, não tema correr riscos em um cash game ou torneio que você em regra não jogaria, desde que valha e a pena e não possa lhe prejudicar muito financeiramente.




NESTA EDIÇÃO



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×