EDIÇÃO 64 » ESPECIAIS

Dias perfeitos em Balneário Camboriú


Diego Scorvo
À beira mar, uma legião de jogadores foi aos feltros em busca da consagração. Triunfar nesse oceano de tubarões é uma árdua tarefa, porém tudo fica mais tranquilo em Balneário Camboriú, cidade de visual cinematográfico. Nesse paraíso é fácil concluir que quando a Brazilian Series Of Poker desce para o Sul do Brasil, tudo fica perfeito.

Muitos profissionais brasileiros descobriram um segredo no litoral catarinense: Balneário Camboriú. Localizada a 80 km da capital Florianópolis, a cidade se tornou a casa de baianos, paulistas, mineiros, cariocas e goianos. O que esse lugar tem de especial? Talvez os 568 competidores que foram aos feltros da 7ª etapa da Temporada 2012 da BSOP possam responder.

No primeiro dia classificatório do Main Event, 271 jogadores. O salão do Hotel Infinity Blue Resort & Spa era o palco. Pelo meio do caminho, muito nomes famosos. André Akkari, Gabriel Goffi e Caio Pessagno foram alguns deles.

Entre os 77 classificados, destaque para o chip leader Wilson Darella, que passou com 94 Big Blinds. Também avançaram: o membro do Steal Team, Thiago Grigoletti (81 BBs); e o melhor brasileiro no Main Event da WSOP 2012, Nicolau Villa-Lobos (31 BBs).

O Dia 1B teve 297 inscritos, gerando um field total de 568 jogadores, o segundo maior da temporada. Ao final do dia, 102 sobreviventes. Rodrigo Scartezini (95 BBs) puxava a fila. Logo atrás dele, o amazonense Odaly Dos Santos (77 BBs) e o vice-campeão da etapa de Fortaleza, Joel Oliveira (69 BBs).

No Dia 2, domingo, 179 sobreviventes. A bolha estourou depois de quase 10 horas de jogo. Fernando Lopes viu seu par de ases quebrado pelas damas de Volnei Costa e terminou na 56ª colocação.

Com a premiação garantida, a tendência era um jogo mais solto, mas não foi o que aconteceu. O relógio já marcava cinco da manhã quando a organização decidiu adiar a formação da mesa final para mais tarde.

Entre os 14 jogadores que conseguiram sobreviver, estavam Myro Garcia (26 BBs), Stetson Fraiha (17 BBs) e Marco Oliveira (28 BBs). Quem puxava a fila era o paranaense Fernando Lisboa (35 BBs), finalista na etapa de Curitiba.

Na segunda-feira, a mesa final foi formada em menos de meia hora, depois que cinco jogadores foram eliminados. Antônio Alves, responsável pela eliminação de dois dos favoritos ao título, Stetson Fraiha e Marco Oliveira, tinha o maior número de fichas, 3.800.000, o dobro do segundo colocado, Myro Garcia.

Já na FT, o short stack Eduardo Ferraz foi eliminado na primeira mão. Ele anunciou all-in com A-J, e Myro Garcia pagou com 10-10. Myro acertou uma trinca no river e eliminou o jogador paranaense.

Restando apenas três jogadores, o argentino Burger Walter tinha a chance de colocar água no chope da torcida brasileira. Não aconteceu. Com A-K, ele empurrou seus últimos 25 Big Blinds para o centro da mesa. Myro, que havia dado raise, deu fold. Antônio Alves deu call, com 10-10. Um dez, logo no flop, já decidiu a mão e deixou Antônio em boa situação para o heads up.

Sua vantagem de era de quase 2-para-1, mas depois de perder um pote com flush draw para dois pares, ele viu Myro tomar a frente.

Depois de quase uma hora de duelo, vieram as duas mãos que decidiram o título. Com os blinds em 100.000/200.000, Antônio, com 67, completou do small blind, e viu Myro aumentar, com Q7, para 500.000. O flop foi 4310, e Myro apostou 390.000. Antônio pagou, e um 6 aparecer no turn. Myro disparou mais 450.000, e foi pago novamente. O river foi um 6. Myro empurrou all-in, e Antônio pagou instantaneamente. Short, o carioca foi all-in na mão seguinte com K8. Antônio pagou com 99, acertou um full house e levou quase R$ 200.000 para casa.


Resultado Final:

1. Antônio Alves (SP) – R$ 189.150
2. Myro Garcia (RJ) – R$ 116.550
3. Burger Walter (Argentina) – R$ 82.400
4. Fernando Matheus Rodrigues (RS) – R$ 60.800
5.  Fernando Lisboa (PR) – R$ 45.800
6. Renato “Bauru” Valentin (SP) – R$ 33.300
7. Diogo de Oliveira (SC) – R$ 25.000
8. Gustavo “Vascão” Lopes (DF) – R$ 19.800
9. Eduardo Ferraz (PR) – R$ 15.000


Ficha Técnica 7ª Etapa BSOP
Data: 26 a 29 de novembro
Local: Hotel Infinity Blue Resort & Spa (Balneário Camboriú – SC)
Buy-in: R$ 1.800,00
Field: 568 jogadores
Prize pool: R$ 863.360


Curiosidades:

– Apenas duas mulheres se classificaram para o Dia 2, Mariana Capraro e Sibelle Ponado, mas delas ficou ITM
– O casal Mari Capraro e Anderson “AndersonAK” Kubicke conseguiram avançar juntos para o Dia 2. Ela com 44.500 fichas, e ele com 97.500
– O bolha do torneio, Fernando Lopes, foi eliminado logo na primeira mão do hand-for-hand
– Joseph Green, jogador do Reino Unido, mas residente em Santa Catarina, foi eliminado na 11ª colocação porque não compareceu ao evento no Dia Final. Joseph, que tinha pouco mais de 10 Big Blinds, confundiu o horário de reinício do torneio
– O campeão Antônio Alves é pai de um dos principais nomes do poker brasileiro: Marco Alves, o “Salsicha”


RANKING GERAL DA BSOP

Faltando apenas uma etapa para o encerramento da Brazilian Series of Poker, o jogador de São Paulo Leonardo “Todasso” permanece na liderança do ranking. Mas o ainda não está definido. Dono de fields homéricos, tanto no evento principal quanto nos paralelos, é da última etapa que deve sair o campeão. Jogadores como Paulo César, o PC; Guilherme “Guilis” e Luciano Helipa prometem dar trabalho a “Todasso”.

1.    LEONARDO “TODASSO” – 2.430 (-)
2.    LUCIANO HELIPA – 1.752 (↑4)
3.    GUILHERME “GUILIS” GARCIA – 1.520 (↑5)
4.    PAULO CÉSAR “PC” – 1.480 (↑5)
5.    RAFAEL CAIAFFA – 1.418 (↓3)
6.    ABÍLIO MONTEIRO – 1.410 (↓3)
7.    ROBERTO MOTTA – 1.385 (↓3)
8.    CARLOS PORTO – 1.328 (↓3)
9.    ROBERTO LIFSCHITZ – 1.266 (↓2)
10.    JHON RUA – 1.000 (-)


EVENTOS PARALELOS

POT LIMIT OMAHA
1º Gabriel Otranto
2º Thiago Fukushima
3º João Mathias

LAST CHANCE
1º Nikolas Carvalho
2º Antônio Aiquel
3º Mariana Capraro

6-MAX

1º Sibelle Dourado
2º Cláudio Baptista
3º Bráulio

HIGH-ROLLER
1º Ezequiel Vasquez
2º Amauri Grutka
3º Jorge Pereira

SUPER TURBO
1º Marco Oliveira
2º Edison Wolter
3º Durval Lara




NESTA EDIÇÃO



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×