EDIÇÃO 48 » COLUNA INTERNACIONAL

Ainda Aposto na Regulamentação

Esteja Preparado


Dusty Schmidt

Conversando com meu sócio, logo após ficar sabendo da black friday, ele citou Churchill: “Se você estiver atravessando o inferno, continue seguindo em frente”.

Eu estava em Londres na época, e mais tarde, naquela mesma noite, minha esposa e eu saímos para jantar. Quando o maître nos conduziu até nossa mesa, nós nos sentamos ao lado de uma parede na qual essa mesma frase de Churchill estava escrita.
Só podia ser um sinal.

Épocas assim são brutais, mas eu gostaria de lhe contagiar com a minha sensação de esperança e otimismo em relação ao futuro.

Recentemente, li um artigo que dizia que a característica mais importante para determinar o sucesso não é o talento, mas a coragem. Converse com qualquer pessoa bem sucedida e ela lhe contará sobre um momento em que poderia ter desistido, mas em vez disso resolveu seguir em frente. Quando os que têm coragem atravessam o inferno, eles continuam seguindo em frente.

Talvez três grandes sites de poker tenham agido de maneira obscura, embora isso ainda não tenha sido provado. Eu sou da opinião que o governo norte-americano criou um ambiente nada razoável para tais negócios, e desafiou os direitos civis, bem como nosso direito de ganhar a vida.

Dito isso, eu gostaria de encorajar as pessoas a tentar serem superiores diante desse problema. Será muito, muito melhor para o poker em geral se todos nós nos unirmos e dermos os passos certos para a regulamentação e pôr fim às nossas preocupações de uma vez por todas.

A maioria dos americanos concorda que o governo dos EUA está cada vez mais perdido e irracional. Precisamos agir com mais maturidade do que aqueles que nos governam. E precisamos fazer mais do que simplesmente protestar na internet.

Acho que seja igualmente importante focar o máximo possível na melhoria do seu jogo. Em um ambiente caótico como esse, as cabeças mais frias irão prevalecer. Aqueles que fazem tempestade em copo d’água e não procuram oportunidades nessa bagunça são os que mais se prejudicam.

Um ex-Chefe de Gabinete da Casa Branca, Rahm Emanuel, afirmou: “Jamais desperdice uma crise”, e eu concordo. As coisas se resolverão. Ainda acredito que o poker está indo rumo à legalização nos EUA. O que sabemos com certeza é que, quando isso acontecer, será mais lucrativo do que nunca.

Chegar a essa conclusão não é difícil. Quando eu estava apenas começando, vi que tinha a oportunidade de ser realmente bom. Vi que a maioria dos jogadores de poker era complacente e não tratava seu poker como um negócio. Vi que muitas pessoas tiravam férias quando estavam se dando bem, e jogavam sessões incrivelmente longas quando estavam travadas e possivelmente não estavam dando o melhor de si. Vi que a maioria delas não economizava bem, e que isso prejudicava sua capacidade de ganhar dinheiro, pois elas não conseguiam subir de limites com rapidez. Então decidi tratar meu poker como um negócio muito antes de escrever um livro com o mesmo título.

Permita-me dizer quem eu tentarei ser, agora que não sou mais quem eu costumava ser. Passarei absolutamente todo o tempo que tivermos longe do poker online buscando levar meu jogo para outro nível. Eu sempre achei que, se não estivesse exausto depois de jogar muitas mãos, eu poderia estudar e ficar no mesmo nível dos cinco ou dez melhores jogadores de poker do mundo. Talvez eu seja louco, mas se você não puder sonhar, não tem muitas perspectivas. Se eu estiver errado, paciência.

Portanto, até o final do ano, eu passarei um bom tempo brincando com algumas ferramentas bem conhecidas, e realmente esmiuçarei o jogo de poker como nunca fiz antes. E acho que conseguirei alcançar alguns níveis à frente. Se eu buscar melhorar enquanto os outros retrocedem, essa é uma boa situação para mim, independentemente do meu ranking mundial.

Pense da seguinte forma: nos últimos anos, tentar melhorar era como tentar se distanciar de outra pessoa em uma escada rolante. Você pode até ficar à frente da pessoa que subiu antes de você, mas não é fácil. Mas imagine que essa outra pessoa esteja em uma escada rolante indo na direção oposta. Agora, cada passo à frente que você der terá o dobro de importância, pois a outra pessoa está retrocedendo.

Você quer ser o jogador que retrocederá e do qual provavelmente nunca mais ouviremos falar no poker? Ou você se tornará alguém que aproveitará essa oportunidade para avançar dois degraus a cada passo que der, e ser pago no final? A escolha é sua. Já sei que caminho eu seguirei.




NESTA EDIÇÃO



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2018. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×