EDIÇÃO 35 » COLUNA INTERNACIONAL

Ás da Sorte para Phil

Uau, que carta!


Phil Hellmuth

No World Poker Tour Championship recentemente, eu tinha chances reais de cravar o torneio, mas você não acharia isso se tivesse entrado no salão no Dia 2 na metade da mão seguinte.

Com blinds em 1.200-2.400, abri raise de 6.500 do UTG com A-A e dois jogadores deram call, inclusive a sempre durona Kathy Liebert. O flop veio 9 7 3 e eu apostei 12.000. O Jogador A deu fold e Liebert então aumentou para 30.000. Eu tinha cerca de 96.000 quando a mão começou, e agora precisava tomar uma difícil decisão. Não havia flush draw, e eu achei que não tinha como Liebert estar com um straight draw, então ou eu a derrotaria porque ela tinha um par ou um blefe, ou ela me derrotaria com uma trinca, com 9-9, 7-7 ou 3-3 na mão. Se eu desse fold, ficaria com cerca de quase 80.000 restantes para começar o Dia 3 (faltava apenas dez minutos para terminar o jogo do dia). Eu levei em conta o fato de haver muitas outras mãos que eu derrotaria. Depois de um tempo, empurrei e Liebert deu insta-call (um mau sinal!). Ela então mostrou 7-7. Ai! Bye-bye, Philly boy. Quando o turn trouxe um 6, eu sequer me dei ao trabalho de olhar a carta do river. Em vez disso, desviei meu foco para meu amigo Howard Lederer para dizer a ele que eu estava prestes a ser eliminado do torneio. Apenas alguns minutos mais cedo eu tinha dito a Lederer que quebrar nos próximos 12 minutos seria impossível! Então ouvi os jogadores da minha mesa reagirem com um “Uau!” Eu virei e vi que o A tinha batido no river. Uau mesmo!

Como eu joguei essa mão? Gosto do meu raise pré-flop para 6.500; qualquer aumento de 2,5 a 4 vezes o big blind é bom. Eu gosto da minha aposta de 12.000 em um pote de cerca de 23.000 no flop; em minha opinião, qualquer aposta de cerca de 50% do pote é boa, embora alguns afirmem que um check aqui faria sentido (para preparar armadilha contra os oponentes), enquanto outros diriam que fazer uma aposta maior faria sentido (para proteger a mão). Eu adoro o raise de Liebert para 30.000. E ela o fez depressa, de maneira que eu não achasse de modo algum que ela tinha uma trinca. Boa jogada, Kathy, você realmente me enganou!

Antes de analisar meu all-in, permita-me abordar um pouco o histórico. Mais cedo naquele dia, alguém tinha aumentado para 3.000 do under the gun, os dois jogadores seguintes deram call, então Liebert aumentou para 12.000. Tive uma boa leitura de que o jogador no UTG não tinha nada, e achei que Liebert também havia percebido isso. Além do mais, comecei aumentando para 50.000 do big blind com A-10 e Liebert voltou all-in com 68.000. Eu paguei (que jogada horrível eu fiz colocando 68 big blinds antes do flop com A-10) e ela mostrou K-K e ganhou o pote. Por causa dessa jogada irresponsável, achei que Liebert poderia ter aumentado com um par como 10-10, 8-8, 6-6 ou 5-5, ou talvez com A-9 suited, ou talvez estivesse apenas blefando. Portanto, não vejo problema no meu all-in no flop com A-A, tendo em vista o histórico. Mesmo sem isso, ainda assim eu faria o mesmo com os ases naquela situação 80% das vezes de qualquer maneira, devido ao tamanho do meu stack e ao tamanho do pote. De vez em quando, posso largar um par de ases se tiver algum tipo de leitura incrível e sentir que meu oponente tem uma trinca.

Saiba mais sobre Phil entrando em seu website, www.PhilHellmuth.com, e visitando sua loja online em www.PokerBrat.com.




NESTA EDIÇÃO



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×