EDIÇÃO 117 » COLUNA NACIONAL

Jogador ou profissional, eis a questão

É preciso dar o devido foco a fatores externos ao grind


Fellipe Nunes
Mudar alguns hábitos, começar a fazer exercícios físicos, ingerir menos alimentos industrializados, todas essas variantes influenciam nas suas conquistas diárias relacionadas ao poker. Se você é um profissional de poker, é preciso que se preocupe e dê o devido foco a esses fatores externos ao grind.

Certamente é possível vencer sem dar atenção a essas coisas, grande parte da minha geração venceu sem ter o devido cuidado com o entorno. Mas, atualmente, não consigo imaginar um esportista profissional que obtenha sucesso sem estar em busca da evolução constante no máximo de aspectos possível.

Outros fatores com os quais um profissional precisa se preocupar são aqueles relacionados diretamente ao momento do jogo. Como você lida com a sessão? Começa o grind já clicando em outros links, ouvindo música, conversando? Começa jogando concentrado até que surge alguma frustração? As possibilidades de fuga são inúmeras: bater papo com alguém, trocar o papel de parede, escolher uma música diferente, "nossa, nunca tinha ouvido essa música, vou só dar uma olhadinha rápida em quem é o artista no Google". Televisão, Netflix, Youtube, podcasts, Facebook, Whatsapp — é só escolher a rota de fuga. Ao final, a decepção pela sessão mal aproveitada estará sempre ali, a um passo de distância.



Tantos são os pontos que podemos controlar em relação ao poker que me parece bastante leviana a postura de muitos jogadores quando citam “a variância” como fator decisivo na equação. Por favor, me perdoem, respeito a variância e suas implicações, mas acredito que quando damos a devida atenção aos pontos que podemos controlar, internos e externos às mesas, a famosa variância torna-se cada vez menos decisiva.

Eu acredito que nada supera o foco absoluto. Portanto, o mínimo que um jogador profissional precisa fazer é exigir de si mesmo que, durante o grind, o foco seja total, nada de distrações. O que estou sugerindo é que você seja profissional e exerça sua profissão com foco pleno. Nessa configuração, os estudos e a consequente evolução técnica também serão potencializados.

Por isso, coloque toda sua dedicação nos fatores que você pode controlar, aceite que reclamações não farão o Ás bater no river e encare a verdade de que ninguém liga para o seu choro. É preciso trabalhar com dedicação e exigência para sobreviver e progredir em um esporte tão competitivo quanto o nosso. Há cada vez menos espaço para apenas jogadores e um reinado vindouro para os profissionais.


NESTA EDIÇÃO


EDIÇÃO 117

Ano 10 - abril, 2017

ASSINE JÁ! ÍNDICE COMPLETO
FichasNet Garantimos o melhor negócio online na compra e venda de créditos.
RoyalPag - Comprou, jogou, ganhou, sacou!
RoyalPag - Comprou, jogou, ganhou, sacou!
Aumente seu stack agora! Stack fichas
Fichas Nupano - Compra e venda de fichas online
Raise Editora - Os melhores livros de poker do mundo totalmente em português

A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×