EDIÇÃO 114 » ESPECIAIS

Retrospectiva 2016


Diego Scorvo

Recordar é viver. Do fundo do baú. Vale a pena ver de novo. Frases como essas sempre remetem ao passado, à nostalgia. Quem não gosta de recordar o que passou? O título do time preferido. A farra com a turma da faculdade ou do trabalho. E por que não os melhores momentos do ano?

Retrospectivas são tradições na comunicação — e na Card Player Brasil não poderia ser diferente. Nas próximas páginas, você viajará pelo ano de 2016 do poker, no Brasil e no mundo.


JANEIRO

» Mesmo reduzindo o valor do buy-in pela metade, o Main Event do PCA (PokerStars Caribbean Adventure) não conseguiu registrar mais de 1.000 entradas (foram 928). O melhor brasileiro no torneio foi o vereador de Belo Horizonte Léo Burguês. Após passar 20 horas na liderança, ele foi eliminado de forma melancólica na 13ª posição. Ao todo, o político embolsou US$ 45.860. Algoz de Burguês, Mike Watson ficou com o título e US$ 728.325.


» Alisson “heyalisson” Piekazewicz foi o responsável por levar a maior premiação brasileira no festival das Bahamas. No Evento 62: US$ 5.300 NL Hold'em 8-Handed do PCA, o jogador de Curitiba superou grandes nomes do poker para ficar com a medalha de ouro e US$ 175.750.


» O início do Brasil no TCOOP (Turbo Championship of Online Poker) foi uma amostra do que viria pela frente. Logo no primeiro torneio do festival, Hélio “hneves182” Neves superou um field de 53.310 inscritos para receber US$ 111.000. Mais tarde, “Bruno chato” (Evento 7), “GeraldoCesar” (Evento 12) e Thiago “Thi_Cortes” Cortes (Evento 23) também soltariam o grito de campeão. No total, eles faturaram $49.716, $8.238 e $62.604, respectivamente. 

» As maiores premiações do País no TCOOP viriam no último dia. Quarto de 805 inscritos no High Roller, Rafael “GM_VALTER” Moraes levou para casa $167.370. Já no Main Event, Dimitri “gringenkov” Gringenkov recebeu $223.674 pela terceira posição.


FEVEREIRO

» A primeira etapa do BSOP coroou um dos melhores jogadores do Brasil. Ao derrotar o maior field de um Main Event realizado fora do BSOP Millions, o grinder Kelvin Kerber levou para casa R$ 513.500.


» Em visita aos feltros do EPT Dublin, o profissional Will Arruda conseguiu chegar à decisão de um dos torneios mais técnicos do festival, o € 10.300 High Roller. Eliminado na oitava posição, ele puxou € 48.630.


» No principal torneio regular da internet, foi a vez do brasileiro Nicolau “nicofellow” Villa-Lobos provar que o ditado mais popular do poker pode se tornar realidade. Após ficar com apenas um ante no início da mesa final do $215 Sunday Million, o profissional conseguiu chegar ao heads-up. Pela medalha de prata, ele recebeu $132.894,


» O poker brasileiro ganhou destaque internacional no draft da primeira edição da Global Poker League (GPL). Capitão do São Paulo Mets, o Team Pro André Akkari selecionou os norte-americanos Darren Elias e Byron Kaverman, além dos brasileiros Thiago Decano e João Simão. Mais tarde, Akkari usou os wild cards para convocar outros dois compatriotas, João Bauer e Felipe Mojave.


MARÇO

» Após um hiato de quatro anos, o Brasil voltou a vencer uma etapa do LAPT (Latin American Poker Tour) realizada fora do País. Em Viña del Mar, no Chile, Rodrigo Strong superou 564 oponentes para receber US$ 120.565.


» Principal revelação do poker sul-americano, o argentino Iván Lucá passou por uma situação inusitada no Eureka Poker Tour Rozvadov. Na mesa final do Main Event, ele venceu a sua noiva, María Lampropoulos, no heads-up. No total, eles faturaram € 106.186 e € 95.404, respectivamente.


» Jogando em casa, o paranaense Rafael Pandolfo não deixou o título do BSOP Foz do Iguaçu sair do País. Ao superar o paraguaio Miguel Dolsa no heads-up, ele levou R$ 351.000. Com 933 entradas, essa etapa se tornou a maior realizada fora de São Paulo.

» O field de 7.123 oponentes não assustou o paulista João “XxJoaoFeraxX” Otávio no Sunday Million. Com uma atuação de gala na mesa final, o grinder, então no Samba Poker Team, ficou com o inédito título e $213.724.


ABRIL 

» Na estreia da série Mountain Series do PokerStars, os brasileiros conquistaram vários resultados expressivos. Campeão do $109 Fuji NL Hold’em (6-Max), o catarinense Fabiano “Kovalski1” Kovalski levou para casa $27.531. Já no $1.050+R PL Omaha (6-Max), João “IneedMassari” Simão superou 256 oponentes para embolsar $167.420.


» Através de sua conta no Twitter, a lenda Doyle Brunson anunciou a retirada de mais um tumor, o sexto desde 1962, quando lutou contra um câncer de pescoço durante a gravidez de sua esposa. 


» Em seu primeiro EPT Grand Final com o patch do PokerStars, o paulista Felipe Mojave conquistou o seu melhor resultado em solo europeu. No High Roller de € 10.300, o profissional foi o 7º de 214 inscritos, desempenho que lhe rendeu € 74.100


MAIO

» O paulista Rafael Moraes fez história nos primeiros dez dias do mês. No EPT Grand Final, o jogador do 4Bet Team deixou o € 25.750 High Roller com a medalha de bronze e € 568.200 no bolso. Em seguida, ele fez dobradinha com Kelvin Kerber no Evento 4 High: $2.100 NL Hold’em, do SCOOP (Spring Championship of Online Poker). Após acordo, eles faturaram $301.625 e $256.297, respectivamente. Na mesma semana, ainda no festival, Rafael recebeu $263.835 pela 4ª posição no High Roller de $21.000 da série.


» Além de Rafael, outros 19 brasileiros venceram no SCOOP, um recorde do Brasil no festival. Entre os títulos, destaque paras as vitórias de Felipe “felipe52” Theodoro ($258.060) e Patrick “Nelepo10” Ulysseá ($209.095), que venceram as edições especiais do Super Tuesday e do Sunday Million, respectivamente. Já no torneio mais popular do festival, o Main Event Low, Leandro “mmleandro” Macedo superou 24.590 oponentes para receber $196.058.


» Em Las Vegas tem início a 47ª edição da World Series of Poker (WSOP).


JUNHO

» O Brasil precisou de poucos dias para anotar a sua primeira FT na WSOP 2016. No Evento 6: US$ 1.500 NL Hold’em, Bruno Borges foi o 6º de 2.016 inscritos, desempenho que lhe rendeu US$ 79.241. Seis dias depois, ele recebeu US$ 42.270 pela 5ª posição no Evento 19: US$ 1.000 PL Omaha.


» Na primeira etapa internacional do BSOP, o uruguaio Jaime Ateneloff mostrou que não existe jogo mais democrático que o poker. Aos 85 anos, ele derrotou 785 oponentes para faturar o título em Punta del Este, no Uruguai. No total, a vitória lhe rendeu US$ 88.412.


» André Akkari (Evento 8), Thiago Decano (Evento 23), Marcos Antunes (Evento 42) e Thiago Crema (Evento 48) também fizeram FT na WSOP, com o último faturando a maior premiação, pouco mais de US$ 162 mil.


JULHO

» No torneio mais técnico da WSOP, o Evento 55: US$ 50.000 Poker Players Championship (6-handed), o norte-americano Brian Rast reverteu uma grande desvantagem na FT para se tornar o segundo bicampeão da história. Primeiro brasileiro a disputar o campeonato, Felipe Mojave foi eliminado no início do Dia 2.


» Após cravar vários super high rollers, o alemão Fedor Holz mostrou do que é capaz nos feltros da WSOP. No 67: US$ 111.111 High Roller for One Drop, ele derrotou 182 oponentes para receber US$ 4.981.775. Único brasileiro no evento, Rafael Moraes foi eliminado no final do Dia 1.


» Com o lendário Cliff “JohnnyBax” Josephy na liderança, o November Nine é formado. Dessa vez, o melhor brasileiro no campeonato mundial foi Gorki Oliveira. Eliminado na 116ª posição, ele levou para casa US$ 116.963.


» Em sua quarta edição, o Campeonato Brasileiro por Equipes coroou o estado de Santa Catarina. Já em mais uma visita do BSOP a São Paulo, o mineiro Rubens Bomtempo fatura o bracelete de ouro e R$ 527.800.


AGOSTO

» Pelo terceiro ano consecutivo, o festival britânico Grosvenor Poker Tour conseguiu registrar o maior field em um torneio realizado fora de Las Vegas. Nesta temporada, o Goliath, campeonato de £ 120, cerca de R$ 508, contabilizou 5.232 entradas (3.168 únicas) ao longo de oito dias classificatórios, 1.022 a mais do que em 2015.


» A incrível sequência de bons resultados do alemão Fedor Holz nos torneios mais caros do mundo continuou. Nos feltros do EPT Barcelona, o jogador de apenas 23 anos conquistou o seu oitavo título em um ano. Ao superar 101 oponentes no € 50.000 Super High Roller, ele engordou a sua conta com € 1.300.300.


» O jovem Felipe Theodoro voltou a destruir em um MTT. Após cravar o Evento 35 (Super Tuesday Special) do SCOOP, derrotando Olivier Busquet no heads-up, ele ficou com a medalha de prata e € 268.950 no High Roller do Estrellas Poker Tour Barcelona.


» Na única etapa nordestina do BSOP, o bracelete de prata não deixou a região. Ao superar 654 oponentes, Victor Teixeira engordou a sua conta com R$ 263.800.


SETEMBRO

» No apagar das luzes, o paulista Guilherme “teruliro” Beavis conquistou o único título do Brasil no WCOOP (World Championship of Online Poker) 2015. A cravada do grinder do 4Bet Team foi no Evento 81: $320 PL 5-Card Omaha (6-Max), torneio que registrou 1.239 entradas, sendo 640 únicas. Pela vitória, ele recebeu $51.267


» Após um hiato de sete anos, um brasileiro voltou a participar da mesa final de uma etapa do WPT. No Legends of Poker, na Califórnia, o gaúcho Rafael Oliveira foi eliminado logo no início da decisão. No total, ele recebeu US$ 85.760 pela sexta posição.


» Pela terceira vez nos últimos cinco anos, a Alemanha conquistou o título do Main Event do WCOOP, o torneio mais importante da internet. Ao superar 2.090 oponentes nos feltros do PokerStars, o grinder Jonas “llJaYJaYll” Lauck embolsou $1.517.541 


OUTUBRO

» Coroando um ano de 2016 excelente, o mineiro João Simão se tornou o novo embaixador do PartyPoker, um dos maiores sites do mundo


» Vários milionários viajaram até Monte Carlo, no Principado de Mônaco, para a disputa do torneio de poker mais caro da história. Em sua terceira edição, a primeira fora dos feltros da WSOP, o Big One for One Drop teve um buy-in de € 1 milhão, quase R$ 4 milhões. Ao superar 27 oponentes, Elton Tsang levou para casa € 11.111.111


» O gaúcho Vinicius Pinheiro venceu a sétima etapa da 11ª temporada do BSOP, realizada na cidade de Balneário Camboriú, em Santa Catarina. O jogador de Tramandaí superou 551 oponentes para receber R$ 223.200 


NOVEMBRO 

» Na estreia da temporada brasileira do WSOP Circuit, quem brilhou foi o veterano Rafael Caiaffa. Recém aposentado do poker profissional, ele conseguiu deixar o Transamerica Expo Center com dois anéis de ouro e o título do ranking. No Main Event, o cearense Oderlândio Moura superou 1.001 oponentes para receber R$ 750 mil.


» Com um jogo pouco convencional, o amador Qui Nguyen passeou no November Nine e recebeu US$ 8 milhões.

» Em São Paulo tem início a sétima edição do BSOP Millions.


DEZEMBRO 

» Quem foi ao BSOP Millions não se arrependeu. Mais uma vez, a organização do principal festival de poker País conseguiu proporcionar uma grande experiência aos apaixonados pelo esporte da mente. Nos três principais torneios, três vitórias estrangeiras. O franco-angolano Rachid Amamou ficou com o caneco e R$ 271.000 no Super High Roller. Já no Main Event, o show foi todo do paraguaio Gustavo Soller (R$ 867.500). Por fim, no ato final do LAPT, o maior jogador da história do circuito conseguiu o inédito tricampeonato. Após superar 328 oponentes, o argentino Nacho Barbero embolsou R$ 341.182.


» No WSOP Circuit Uruguai, o Brasil levou cinco anéis do circuito, com Fernando Araújo, Marcos Antunes, Thiago Crema e José Zagury. O último anel veio no tradicional Torneio Milionário. Em um pódio todo verde e amarelo, Guilherme Moura (1°), Josef Soued (2°) e Wagner Araujo (3°) embolsaram US$ 542.683, US$ 223.003 e US$ 157.809, respectivamente.


» A Global Poker League (GPL) teve um final digno da grandiosidade do projeto criado por Alexandre Dreyfus. No encontro entre os dois melhores times do campeonato, a definição do campeão aconteceu apenas na última partida da série melhor de onze. No heads-up valendo US$ 100 mil, o canadense Pascal Lefrançois derrotou o norte-americano Brian Rast, do Berlim Bears, para garantir a vitória do Montreal Nationals 


» Contra mais de 23 mil oponentes, Ohana “ohanaaa” Alves e Francisco “kopakabritu” Pacheco conseguiram fechar com chave de ouro a temporada 2016 do poker nacional. Após acordo no 4-handed do Monday Million, do PokerStars, eles faturaram $312.000 e $291.000, respectivamente. 




NESTA EDIÇÃO


EDIÇÃO 114

Ano 10 - janeiro, 2017

ASSINE JÁ! ÍNDICE COMPLETO
FichasNet Garantimos o melhor negócio online na compra e venda de créditos.
RoyalPag - Comprou, jogou, ganhou, sacou!
Astropay
Aumente seu stack agora! Stack fichas
Fichas Nupano - Compra e venda de fichas online
Astropay

A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×