EDIÇÃO 53 » ESTRATÉGIAS E ANÁLISES

A falácia das estratégias infalíveis


André "Dexx"

Há alguns dias, um jogador amador, amigo meu aqui de Natal, decidiu rodar o circuito live por um mês e me pediu conselhos sobre qual estratégia adotar em cada torneio. Não foi a primeira vez que me perguntaram isso. A resposta, como sempre, não foi a esperada.

Desconheço quem começou essa história de “traçar uma boa estratégia antes do torneio”, mas a realidade é que os jogadores dizem isso acreditando que podem buscar uma vantagem antes de se sentar, criando uma estratégia infalível. É incrível como falácias assim se espalham rápido...

O único conselho que pude passar foi que ele dormisse e se alimentasse bem na véspera. Essa é a vantagem que se pode conseguir antes de o torneio começar, pois aumenta o nível de concentração. E, pelo que sei, ainda não inventaram nada mais eficiente para esse momento do jogo. Meu amigo agradeceu pelo conselho, mas como senti um ar de decepção, resolvi explicar por que esse tipo de pensamento estratégico pré-programado não funciona.

Para facilitar, vamos dar uma olhada em alguns exemplos de contra-estratégias que deveríamos aplicar na hora do torneio, e que fariam um jogador com uma linha previamente definida fracassar:

Jogadores tight à esquerda, e loose à direita
O ideal é que você fique mais loose, roubando os blinds dos jogadores tights à esquerda. Contra os oponentes loose a nossa direta é interessante dar muitos calls e 3-bets, aproveitando a posição e o fato de que o range deles pra abrir raise é extenso.

Se fosse o contrário, tights à direita e looses à esquerda, seria preciso restringir mais as cartas com que você joga, pois não vale a pena entrar em muitas mão sem posição. Também é importante diminuir a frequência de calls e 3-bets, levando em conta que os jogadores tight à sua direita têm um range mais forte.

Jogadores short stack nos blinds
Contra os short stacks você precisa diminuir o valor dos raises, selecionando as mãos e se adaptando aos oponentes com poucas fichas de acordo com as circunstâncias. Se eles forem tight, continue abrindo raise com tudo; caso fiquem dando all-in com um range grande, selecione ainda mais as mãos; se eles forem do tipo que dão muitos calls, prefira jogar com mãos que acertem o top pair, como duas cartas iguais ou maiores do que 10.

Quando o short stack é você
A quantidade de fichas que você tem é um fator crucial na hora de tomar uma decisão. Se estiver quase sem fichas, dê all-in sempre que puder, pois você se encontra em uma zona de perigo em que cada roubo de blind é muito importante. Caso você possua entre 15 e 20 big blinds, tente encaixar mais resteals.



Nesses três exemplos, se você estivesse usando uma estratégia definida antes de o torneio começar, seu caminho seria ou o fracasso praticamente certo ou a modificação de toda a sua programação assim que as cartas começassem a ser distribuídas.

Como já disseram aqui na CardPlayer Brasil, o poker não é uma caixinha de surpresas: é um container! Não há como prever quem você vai enfrentar ou quantas fichas terá em cada situação, muito menos como estará o lado psicológico do oponente naquele instante.

Jogar poker é basicamente adaptar-se ao estilo de cada oponente à mesa, levando em conta os stacks e as posições. Isso torna cada situação bastante peculiar, de modo que estratégias pré-fabricadas servem apenas para engessar seu jogo. Só é possível jogar de forma “perfeita” quando se tem isso em mente. Não por acaso o poker é tão fascinante.

Depois dessa nossa conversa, percebi que meu amigo tinha entendido o recado. “Seja criativo e trate de viver cada segundo em que estiver à mesa”, foi o que eu lhe disse. E serve para você também. Conselho de amigo.




GOSTOU DO ARTIGO?
Assine a Card Player Brasil. Você leva 12 edições impressas + LIVRO GRÁTIS!

QUERO ASSINAR!

NESTA EDIÇÃO


EDIÇÃO 53

Ano 5 - dezembro, 2011

ASSINE JÁ! ÍNDICE COMPLETO
Aumente seu stack agora! Stack fichas
Fichas Nupano - Compra e venda de fichas online

NEWSLETTER

Receba nossas novidades em seu e-mail.

Bodog Poker - Até R$ 3.000 em bônus de cadastro de 100%

A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2017. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Capivari, 304 - Conjunto 02 - Serra - Belo Horizonte/MG - CEP:30220-400
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×