EDIÇÃO 68 » COLUNA NACIONAL

9 Dicas para o início de torneios


Diógenes Malaquias

Seguindo o modelo do último artigo, vou apresentar uma série de dicas para jogarmos a fase inicial de um Multi-Table Tournament (MTT).

1 – Posição é tudo
Identifique os jogadores mais recreativos, os fishes e looses da mesa. Sempre tente jogar contra eles em posição e com um range forte. Enfrentar alguém fraco em posição é, talvez, a situação mais lucrativa do poker.

2 – Analise seu jogo
Procure pesquisar sua taxa de queda nas fases iniciais de torneios, com ajuda do Official Poker Rankings (OPR), por exemplo, e compare com a de outros profissionais para, se necessário, ajustar e ter uma estratégia melhor definida.

3 – Estude o jogo deep stack

Treine seu jogo deep stack.  Pratique cash games para ter um pós-flop bem sólido, já que em situações como essa, você quase sempre terá até o river pra extrair valor de uma mão. Atualmente, há bons jogadores de cash game que vêm se dedicando aos torneios e que possuem uma lucratividade muito grande no início dos mesmos.

4 – Evite blefes
Depois do flop, blefe menos e dê preferência por mãos que tenham valor, principalmente nos micro stakes. Torneios mais baratos são repletos de jogadores recreativos que gostam de dar calls com mãos marginais.



5 – All-in, não!

Evite ir all-in pré-flop com mãos marginais ou entrar em algum tipo de level (metagame) logo no início.
Lembre-se que o ITM geralmente paga 10% do field do torneio e que 1/3 da premiação vai para os três primeiros colocados. Então, valorize a sua tournament life e evite jogadas de variância alta, pois, normalmente, dobrar o seu stack não lhe dá tanta vantagem sobre a mesa.

6 – Abra o seu leque
Em posição, jogue os seus suited conectors e pares de mão, mesmo em potes com mais de um adversário. Assim, criamos um cenário lucrativo. Não abuse dando calls marginais, mas também não espere só por mãos prêmio.

7 – Evite perder fichas
O ICM (Independent Chip Model) nos diz que ao perder fichas o seu $EV (valor esperado monetário) cai consideravelmente, mas que aumentando o seu stack, a mudança no $EV é bem menos acentuada. Ou seja, no inicio de torneios, fichas perdidas trazem danos maiores do que os benefícios das fichas ganhas. Então, jogue mais tight.

E não se apegue muito às mãos. Saiba dar fold . Não vale a pena se matar por potes pequenos no início. Não temos que decidir o torneio neste momento. A prioridade é ficar vivo e ganhar potes em situações favoráveis.



8 – Steal, também não!
Roubar os blinds (steal) não tem tanto sentido, pois ainda não teremos os antes. Portanto, a relação entre o custo de tentar o steal e o benefício do ganho de fichas, quando ele for bem sucedido, não é atrativa.

9 – Aproveite oportunidades para isolar os limpers
Última dica: em posição, isolar os jogadores que entram de limp pode ser uma boa maneira de aumentar o seu stack; de forma lenta, é verdade, mas constante. Lembre-se que esses jogadores estão vulneráveis devido ao amplo range de mãos que eles apenas pagam pré-flop.





NESTA EDIÇÃO



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×