EDIÇÃO 48 » ESTRATÉGIAS E ANÁLISES

Estratégia vs. Tática

Pense menos em termos táticos e mais em estratégicos


Matt Matros

Há várias maneiras diferentes de se pensar sobre poker. Livros foram escritos ensinando a isolar tells físicas, a evitar o tilt, a analisar o jogo por meio de conceitos matemáticos e, é claro, a jogar mãos específicas em situações específicas. O poker é um jogo bastante atraente justamente devido à variedade de habilidades que exige. Mas como saber em quais dessas habilidades devemos nos concentrar? Muitas coisas podem ser importantes, mas a maioria de nós só consegue se concentrar em uma única coisa por vez. Não há como prescrever um método infalível para todos, mas posso dizer que a maioria dos jogadores se beneficiaria se pensasse menos em termos táticos e se concentrasse mais na estratégia.

Para aqueles que porventura não saibam a diferença (eu não sabia até pouco tempo atrás), estratégia se refere às decisões sobre o seu plano geral de jogo. Já as táticas são os mecanismos pelos quais você executa esse plano. Planejar jogar de forma agressiva, na esperança de ganhar mais potes do que seus oponentes, é uma estratégia. Decidir se vai dar raise de três ou duas vezes e meia o big blind com um par de setes é uma tática, assim como decidir se dá raise ou fold com um flush draw, bem como todas as decisões que se baseiam em leituras ou intuição. Estratégia e tática são, obviamente, correlatas. O segredo é que ter uma estratégia clara pode simplificar bastante as decisões táticas, como você verá.



A grande maioria das análises de poker são táticas. As pessoas querem saber o que fazer com AK depois de dar uma continuation bet, ou quão grande deve ser o stack delas para que possam semiblefar all-in no flop, ou se o espirro do oponente significa que ele está blefando ou apostando pelo valor. Essas análises são importantes: é praticamente impossível melhorar como jogador se você nunca debater consigo mesmo diante de uma decisão tática. Contudo, são as escolhas estratégicas que geralmente acabam determinando o nível de habilidade de alguém.

Durante minha carreira no poker, todas as vezes em que tive a sorte de avançar na minha compreensão do jogo, sempre houve uma mudança estratégica, não tática. Eis alguns exemplos:

1. Quando comecei, eu tomei a decisão estratégica de focar não nos meus resultados, mas na minha evolução enquanto jogador. Portanto, eu evitava me tornar um daqueles jogadores (que eu conhecia tão bem) que aprendiam a ganhar nos jogos de limites muito baixos e nunca se preocupavam em adentrar em territórios mais arriscados. Eles ficam presos em determinado nível de habilidade para sempre.

2. Durante minha investida inicial nos torneios de poker, minha estratégia era tentar fazer minhas fichas durarem o máximo possível. Mas eu só comecei a ser bem sucedido nos torneios depois que mudei isso e passei a ativamente tentar acumular mais fichas.

3. Muitos jogadores se apegam à ideia de que podem evitar situações de alto risco marginalmente lucrativas, pois são habilidosos o bastante para escolher apenas as situações de risco baixo e lucratividade alta. Eu também pensei assim durante um tempo. Mas, quando resolvi me encarar como um jogador mediano e me sentir satisfeito tirando proveito de toda situação lucrativa, eu me tornei um bom jogador de torneios.

Antes de fazer tais ajustes estratégicos, eu era basicamente dinheiro morto.

Nossa vantagem no poker advém de termos um melhor plano de ataque, uma melhor abordagem e uma melhor estratégia geral do que o outro cara. E, é claro, mudanças estratégicas conduzem a mudanças táticas. De fato, depois de decidir usar uma estratégia diferente, você se surpreenderá fazendo mais mudanças táticas do que jamais faria com a estratégia anterior. Digamos que você decida fazer um dos ajustes que mencionei acima, saindo de uma estratégia de sobrevivência e adotando uma de acúmulo de fichas. E digamos que esteja diante de uma decisão de all-in com J-9 suited e odds de 2-1 sobre o seu dinheiro. Pela estratégia anterior, você talvez não passasse muito tempo pensando. Você simplesmente daria fold depressa, sabendo que tinha a pior mão e sem querer se envolver em uma situação ruim. Utilizando a nova estratégia, você também não precisa pensar muito. Você dá insta-call, sabendo que está recebendo o preço correto. Cada estratégia conduz a uma tática totalmente oposta.

Pode ser assustador implementar uma estratégia nova no seu jogo, e é por isso que algumas pessoas evitam fazer isso. Não caia nessa armadilha. O que assusta mais: experimentar novas ideias e testar abordagens diferentes no poker ou deixar de ter grandes lucros por estar preso à estratégia que sempre usou? Não há nada mais assustador do que permanecer estagnado.

Alguns jogadores acham que têm certo estilo natural, seja ele tight-aggressive, tight-passive, loose-aggressive, maníaco ou o que quer que seja. Jamais caia nessa armadilha também. A única coisa que deve ser natural para você é o desejo de maximizar seus ganhos. Se o seu estilo tiver que mudar para você poder faturar mais dinheiro no poker, que assim seja. Meu estilo de jogo favorito é qualquer um que me dê fichas.

Eu propositadamente abordei pouquíssimos ajustes estratégicos nesta coluna, pois descobrir qual é a melhor estratégia para um jogador em particular é um processo altamente específico. Além disso, trabalhar em melhorias estratégicas no seu próprio ritmo é grande parte desse processo. Reserve algum tempo para pensar sobre seu plano geral nesse jogo louco que é o poker. É possível que mudanças drásticas na maneira como você pensa conduzam a um drástico aumento na sua conta bancária.




NESTA EDIÇÃO


EDIÇÃO 48

Ano 4 - Julho, 2011

ASSINE JÁ! ÍNDICE COMPLETO
FichasNet Garantimos o melhor negócio online na compra e venda de créditos.
Vem aí o WPT Uruguai no Enjoy Punta del Este!
Aumente seu stack agora! Stack fichas

NEWSLETTER

Receba nossas novidades em seu e-mail.

Fichas Nupano - Compra e venda de fichas online

A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2017. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123
LEIA TAMBÉM!×