● VEGAS TIME:   Acompanhe os bastidores e novidades dos brasileiros na World Series of Poker 2017

PS CHAMPIONSHIP

Jogadores detonam o PokerStars Championship: “Eles pensam que somos estúpidos”

Diversos profissionais ameaçaram boicotar o novo circuito do site


23/03/2017 12:03
» comente
Jogadores detonam o PokerStars Championship: “Eles pensam que somos estúpidos”/CardPlayer.com.br
PSC Panamá registrou menos de 400 entradas no Main Event (foto: Carlos Monti)


Após uma estreia decepcionante, o PokerStars Championship não encontrou a sua redenção nos feltros do Panamá. Durante toda a etapa, o novo circuito do site recebeu duras críticas de alguns dos melhores jogadores do mundo. O altíssimo rake nos cash games, a qualidade do hotel e o field do Main Event foram os alvos das principais reclamações. Pelo Twitter, o ex-Team Pro Isaac Haxton ironizou a criação do festival. 


“O PSC, supostamente, era pra ser maior e melhor que o EPT. A última vez que o campeão do EPT embolsou menos que US$ 300 mil foi em 2005, em sua primeira temporada”.


Mesmo reduzindo o número de torneios, o PSC voltou a registrar fields pequenos. No Main Event, o campeão Kenneth Smaron derrotou 365 oponentes para embolsar US$ 293.860. No EPT, a última etapa a ter menos de 400 inscritos foi há seis anos. 


O norte-americano Bryn Kenney também se manifestou. De forma muito mais contundente, ele propôs um boicote ao PSC. Confira:


“É claro que ninguém está satisfeito com o que o PokerStars está fazendo. Além de cortarem custos e não entregarem nada aos jogadores, eles agora nem sequer honram os seus compromissos. Disseram que os torneios de no mínimo US$ 10 mil pagariam apenas 15% do field, mas em um evento pequeno de US$10.000 a prize pool pagava cerca de 20% do field. Acho que eles pensam que somos estúpidos, mas o que eles não percebem é que com o rake alto e o péssimo serviço, vão ter etapas boas apenas em Barcelona. Dias tristes para os torneios de poker, ainda bem que outros circuitos estão criando bons eventos, porque todos perceberam que PokerStars está ferrando tudo. Se concordam comigo venham jogar o Seminole Hard Rock Poker Showdown, na Flórida, em vez do PSC Macau. Mostrem que eles não podem fazer tudo isso e ainda receberem apoio. Eu tenho certeza que não vou até Macau. Vai ser hilário quando a Amaya tiver que vender o PokerStars por metade do preço que eles compraram”.


Kenney recebeu o apoio de vários jogadores. O inglês Toby Lewis foi um dos profissionais que engrossou o coro do boicote ao PSC Macau.


“É muito simples e já está acontecendo. Não joguem os eventos do PokerStars. Existem muitos circuitos e empresas para apoiar”.


Apesar das constantes críticas, a Amaya fechou a última temporada com números excelentes. De acordo com o seu presidente Rafi Ashkenazi, 2016 foi um ano recorde de receitas para a empresa, com o poker online correspondendo a 73,2% do faturamento.



 



+PS CHAMPIONSHIP



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2017. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123