PS CHAMPIONSHIP

Brasil se despede do Main Event do PSC Bahamas

Publicitário Fábio Freitas foi o melhor jogador do país no campeonato


12/01/2017 01:01
» comente
Brasil se despede do Main Event do PSC Bahamas/CardPlayer.com.br
Fábio Freitas foi o melhor brasileiro no PCA 2014 (foto: Carlos Monti)


A seca de títulos do Brasil nos Main Events do principal circuito ao vivo do PokerStars continua. Após se despedir do European Poker Tour sem cravar uma etapa sequer, o país fez uma estreia modesta no PokerStars Championship. Nos feltros do Atlantis Resorts, em Nassau, nas Bahamas, apenas três brasileiros avançaram para o Dia 3, e todos foram eliminados. Quem se saiu melhor foi o publicitário Fábio Freitas. Pela 74ª posição, o jogador de São Paulo recebeu US$ 9.120, o mesmo prêmio de Will Arruda, que caiu na 92ª colocação. Já o carioca Pedro Cavalieri ficou em 116ª e com US$ 7.260. Veja como a despedida brasileira do campeonato:


Nos blinds 3.000/6.000 com antes de 1.000, do início da mesa, Michael Bills abriu um raise para 12.000, ação que recebeu o call do cutoff John Dibella. Direto do button, Fábio fez uma 3-bet para 45.000. Bills foi o único a se manifestar. Dono de apenas 11.000, Bills aplicou o call.


Showdown:

Michael Bills: JJ (71,11%)

Fábio Freitas: A10 (28,59%)


O bordo 10K2K2 deixou Fábio com poucos blinds. Logo depois, com KJ, Dibella pagou o all-in do brasuca. Segurando 85, Fábio não encontrou ajuda no bordo J3106J.


Ao final do Dia 3, apenas 32 dos 738 inscritos seguem na corrida pelo título. A liderança continua com Nick Maimone, norte-americano que agora possui 1.750.000 fichas. Para se tornar o primeiro campeão da história do PSC, ele vai precisar superar nomes do calibre de Jason Mercier (2º - 1.333.000), John Dibella (3º - 1.134.000), Ryan Riess (13º - 742.000), Cliff Josephy (18º - 528.000), Adrián Mateos (24º - 486.000), Byron Kaverman (28º - 292.000), Pratyush Buddiga (30º - 140.000) e  Francisco “Tomate” Benítez (31º - 130.000)


O Dia 4 acontece na tarde da próxima quinta-feira, 12, a partir das 15h (horário de Brasília), com os blinds em 6.000/12.000 e antes de 2.000. Confira o chip count:


1. Nick Maimone 1.750.000

2. Jason Mercier 1.333.000

3. John Dibella 1.119.000

4. Marcin Kapkowski 1.036.000

5. Damien Steel 1.029.000

6. Pedro Martinho 864.000

7. Rasmus Glæsel 856.000

8. Alan Schein 810.000

9. Michael Vela 780.000

10. Ryan Riess 775.000

11. Nadezhda Magnus 768.000

12. Michael Gentili 767.000

13. Scott Stewart 764.000

14. Rodrigo Cordoba 742.000

15. Allon Allison 697.000

Média de fichas: 691.875

16. Aleksei Opalikhin 688.000

17. Massimo De Mario 587.000

18. Cliff Josephy 579.000

19. John Engledow 530.000

20. Jaime Staples 490.000

21. Hendrik Latz 478.000

22. Francisco Benitez 453.000

23. Rex Clinkscales 426.000

24. Adrian Mateos 423.000

25. Michael Bartholomew 419.000

26. Kevin Andriamahefa 320.000

27. Christian Harder 310.000

28. Byron Kaverman 297.000

29. Jorge De Oliveira Lopez 235.000

30. Pratyush Buddiga 175.000

31. Daniel Weinman 140.000

32. Gaelle Baumann 108.000


Premiação em jogo:


1. US$ 480.012

2. US$ 353.100

3. US$ 259.980

4. US$ 191.420

5. US$ 140.940

6. US$ 103.780

7. US$ 76.400

8-9. US$ 56.260

10-11. US$ 42.400

12-15. US$ 32.200

16-23. US$ 24.640

24-31 US$ 19.000

32. US$ 14.760

 



+PS CHAMPIONSHIP



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2017. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123