PCA

Sam Greenwood vence Super High Roller do PCA

Canadense deixou o Atlantis Resorts com mais de US$ 1,7 milhão


14/01/2019 02:47
» comente
Sam Greenwood vence Super High Roller do PCA/CardPlayer.com.br
Sam Greenwood é uma máquina de resultados nos eventos mais caros do mundo (foto: Neil Stoddart)


Uma das grandes atrações do poker ano vivo no início da década, o Super High Roller do PCA ainda segue muito popular entre os profissionais. Em sua nona edição, o campeonato registrou 61 entradas (43 únicas), a segunda melhor marca da sua história. Novamente, o torneio teve um inédito campeão. Pela cravada nas Bahamas, Sam Greenwood faturou US$ 1.775.460.


Essa é a quarta premiação de sete dígitos de Greenwood nos últimos nove meses. Agora, ele possui US$ 14.696.571 em prêmios nos MTTs ao vivo, ficando atrás apenas do lendário Daniel Negreanu (US$ 39.830.195) e do campeão mundial Jonathan Duhamel (US$ 18.012.110) entre os canadenses. 


No total, o SHR arrecadou uma prize pool de US$ 5.918.220. A bolha da premiação estourou assim que a FT foi formada no Dia 2. Com 14 big blinds, o norte-americano Gregory Jensen fez um 3-bet shove. Chris Hunichen largou as suas cartas, já Jesús Cortés optou por pagar e mostrou 99. Segurando AQ, o short stack levou a pior no bordo 46J58.


Ainda no Dia 2, Stephen Chidwick (8º), Steffen Sontheimer (7º) e Igor Kurganov (6º) foram eliminados. Isolado na liderança, Hunichen perdeu muitas fichas em algumas mãos contra Greenwood. Em uma delas, com AK, ele optou por pagar a 5-bet all-in do seu adversário. Greenwood apresentou AA e seguiu a frente após a abertura do bordo 


Na sequência, Greenwood decretou a queda de Talal Shakerchi, jogador que há poucos dias fez FT no PokerStars Players Championship. Somente no PCA, o inglês embolsou US$ 994.300.


A próxima vítima de Greenwood foi o espanhol Cortés. Veja como foi:


Nos blinds 40.000/80.000 com big blind ante de 80.000, Greenwood abriu um raise para 160.000 e recebeu o call. No flop 9QK, Cortés fez um check-call de 200.000. O turn veio com um 6. Diante de uma aposta de 550.000, o europeu voltou a fazer um check-call. Por fim, no river 2, Cortés passou a vez, ação que levou Greenwood a anunciar all-in. Ainda com 1.980.000, Cortés aplicou o call e mostrou QQ. Segurando J10, Greenwood puxou o pote e chegou ao heads-up com uma vantagem de 10:1. Precisando de um milagre, o dinamarquês Henrik Hecklen caiu em pouco tempo, com A6 contra 77.


Resultado final:

1. Sam Greenwood (Canadá) US$ 1.775.460  

2. Henrik Hecklen (Dinamarca) US$ 1.284.260 

3. Jesús Cortés (Espanha) US$ 828.560  

4. Christopher Hunichen (EUA) US$ 627.340  

5. Talal Shakerchi (Reino Unido) US$ 485.300 

6. Igor Kurganov (Rússia) US$ 378.760 

7. Steffen Sontheimer (Alemanha) US$ 301.820  

8. Stephen Chidwick (Reino Unido) US$ 236.720



Siga a @cardplayerbr no instagram e fique por dentro das nossas novidades.

 



+PCA



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123