WSOP

Rafael Pandolfo conquista o título do WSOP Circuit Argentina

Jogador de Foz do Iguaçu deixou o Casino Iguazú com a maior premiação da sua carreira


09/08/2017 02:08
» comente
Rafael Pandolfo conquista o título do WSOP Circuit Argentina/CardPlayer.com.br
Rafael Pandolfo faturou o seu primeiro anel de ouro (foto: Lucas Buffa/CodigoPoker)


O Brasil não para de vencer na estreia do WSOP Circuit Argentina. Depois de cravar três torneios paralelos, o país conseguiu subir ao lugar mais alto do pódio do Main Event. Ao superar 924 jogadores, o paranaense Rafael Pandolfo faturou o cobiçado anel de ouro e um prêmio de US$ 140.050, cerca de R$ 440 mil, a maior premiação da sua carreira. 


A primeira queda da mesa final foi a mais inesperada. Chip leader com 85 bbs, o argentino Miguel Silva deixou a briga pelo título no início do segundo nível de blinds. A próxima eliminação aconteceu apenas após a pausa para o jantar. Nesse período, Rafael chegou a ter o menor stack do torneio.


Devido a estrutura muito mais apertada, o heads-up foi formado em menos de 4 horas. Rafael contribuiu bastante para o ritmo frenético de eliminações. A sua primeira vítima foi Reinaldo Abramovay. Com par de damas, ele deu o call no open shove do seu compatriota. Reinaldo apresentou par de dez e o bordo 628Q3 decretou a sua despedida.


Fábio Sousa também caiu em um all-in pré-flop. Com Q10 contra o KQ, o carioca não encontrou a ajuda necessária no bordo 6K967.


Com as duas eliminações, Rafael passou a ter mais da metade das fichas em jogo e ele não tirou o pé do acelerador, se tornando o algoz de todos os seus oponentes na mesa.


No duelo contra o argentino Juan Manuel Pérez Solari, Rafael pressionou o hermano ao aplicar uma 3-bet all-in. Com menos fichas, Solari deu o call e mostrou par de reis. Dono de A8, o brasileiro encontrou o bordo dos seus sonhos 92567.


Rodrigo Schneider até conseguiu arrancar algumas fichas de Rafael ao dobrar o seu stack, mas pouco tempo depois ele deixou o salão do Casino Iguazú. Dono de 10 bbs, ele deu o call no all-in de Rafael e revelou K7. A frente com A3, o chip leader comemorou mais uma eliminação assim que o dealer virou 210Q28.


Diante de uma desvantagem de 4:1, o argentino Alejandro Sicuro começou o heads-up muito bem. No flop 362, ele não correu após ouvir o all-in de Rafael. Com A6 contra A9, Alejandro se manteve a frente no turn K e no river J.


Finalmente em condições de liderar o campeonato, Alejandro não conseguiu arrancar para a cravada e deixou o torneio assim:


Nos blinds 125.000/250.000 com antes de 25.000, Rafael respondeu o limp do seu oponente apostando 750.000. Alejandro, por sua vez, aplicou uma 3-bet para 2.300.00, ação que levou Rafael a anunciar all-in. Com 7.500.000, Alejandro deu o call e mostrou 55. Segurando AJ, Rafael levou a melhor no bordo 8J3710.


Resultado final:


1. Rafael Pandolfo (Brasil) US$ 140.050

2. Alejandro Sicuro (Argentina) US$ 82.940

3. Rodrigo Schneider (Brasil) US$ 60.480

4. Juan Manuel Pérez Solari (Argentina) US$ 44.380

5. Fábio Sousa (Brasil) US$ 32.200

6. Helerson Moro (Brasil) US$ 22.780

7. Reinaldo Abramovay (Brasil) US$ 17.670

8. Cristian Vilches (Argentina) US$ 14.530

9. Miguel Silva (Argentina) US$ 11.780


fonte: CodigoPoker

 



+WSOP



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2017. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123