GERAL

Nicolas Dumont leva a melhor no EPT Monte Carlo

Jogador francês engordou o seu bankroll com mais de € 712.000


05/05/2018 01:37
» comente
Nicolas Dumont leva a melhor no EPT Monte Carlo/CardPlayer.com.br
A festa do campeão Nicolas Dumont (foto: Neil Stoddart)


O francês Nicolas Dumont passa a maior parte do seu tempo no banco do passageiro como instrutor de direção em Paris, na França. Já nos feltros do EPT Monte Carlo, foi ele quem conduziu as ações na mesa final do Main Event. Contra um field repleto de estrelas, o jogador recreativo de 31 anos faturou com o título e um prêmio de € 712.000, cerca de R$ 2,9 milhões.


Dumont só participou do campeonato porque o seu amigo Julien Perouse ficou impedido de viajar. Perouse ofereceu o buy-in para Dumont, desde que ele arcasse com os custos da viagem. 


Acostumado a jogar MTTs online de $100 duas vezes por semana, Dumont também faturou o Planatinum Pass para o PokerStars Players NL Hold'em Championship, torneio de US$ 25 mil que vai ser realizado nas Bahamas, no início de 2019.


“Eu me sinto ótimo. Esse foi o meu primeiro EPT, a minha primeira cravada. O que eu posso dizer? É loucura”, revelou o campeão aos repórteres do PokerStars.


O grande trunfo de Dumont na decisão foi conseguir manter um stack confortável durante todo o dia. No 6-handed, ele foi o responsável por decretar a queda de Patrik Antonius, craque da Finlândia dono de um dos currículos mais invejáveis do esporte da mente. Ao ficar com menos de 12 big blinds, Antonius fez um open shove direto do button. Com A8, o small Dumont também empurrou todas as suas fichas para o centro da mesa. O big correu, e Antonius, segurando KQ, foi eliminado assim que o bordo trouxe 941097.


A próxima eliminação de Dumont ocorreu no heads-up, quando ele superou o neozelandês Honglin Jiang em apenas 21 mãos. Veja como foi a mão que decretou o fim do confronto:


Nos blinds 100.000/200.000 com big blind ante de 200.000, Dumont entrou de limp, ação que levou Jiang a abrir um raise para 65.000. Dumont optou por aplicar um limp-raise para 2.200.000. Com 10.075.000, Jiang anunciou all-in. Em vantagem, Dumont deu o call e mostrou QQ. Segurando 66, Jiang não encontrou a ajuda necessária no bordo K7383.


No total, o Main Event registrou 777 entradas de € 5.300, um field 29% inferior ao de 2016, ano da última edição do campeonato. Veja quanto os finalistas puxaram da prize pool de € 3.768.450:


1. Nicolas Dumont (França) € 712.000

2. Honglin Jiang (Nova Zelândia) € 434.000

3. Tomas Jozonis (Lituânia) € 308.000

4. David Peters (EUA) € 232.000

5. Krisztian Gyorgyi (Hungria) € 184.000

6. Patrik Antonius (Finlaânia) €139,050

7. Javier Fernandez (Espanha) € 99.900

8. Ole Schemion (Alemanha) € 68.300


 



+GERAL



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2018. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123