BRASIL

Felipe Mojave fatura R$ 710 mil no Caribbean Poker Party Festival

Canadense Sam Greenwood foi o grande campeão


26/11/2017 03:11
» comente
Felipe Mojave fatura R$ 710 mil no Caribbean Poker Party Festival/CardPlayer.com.br
Felipe Mojave fez duas FTs no Caribbean Poker Party Festival


O paulista Felipe Mojave encerrou a sua participação no Caribbean Poker Party Festival com a maior premiação de toda a sua carreira. No Main Event do festival realizado em Punta Cana, o Team Pro foi o quinto de 1.061 inscritos, desempenho que lhe rendeu US$ 220.000, cerca de R$ 710 mil. Agora, o jogador de São Bernardo possui um ganho de US$ 2.081.993 nos MTTs ao vivo, a segunda melhor marca entre os brasileiros, de acordo com o site HendonMob.


Mojave chegou ao Dia Final com o quarto menor stack no field de doze sobreviventes. Na bolha da FT, ele dobrou o seu stack diante do dinamarquês Preben Stokkan. Com AA contra AK, o brasuca permaneceu a frente no bordo A7738.      


A situação de Mojave melhorou bastante após a formação da mesa final. Ao receber 99, ele aplicou o call no raise de Andrey Shatilov. O big Dan Dizenzo também pagou e o flop trouxe 875. Dizenzo anunciou all-in, ação que espantou Shatilov, já Mojave optou por pagar. Segurando A2, o short stack não encontrou a ajuda necessária no turn 6 e no river 4.


Mais próximo dos líderes, Mojave se envolveu em um grande pote que alterou drasticamente a sua jornada no campeonato. Confira como foi:


Nos blinds 2.500.000/5.000.000 com antes de 5.000.000, o cutoff Shatilov abriu um raise para 11 milhões. Direto do button, Mojave foi o único a pagar. No flop 754, o russo fez um check-call de 16 milhões. O turn trouxe um 8. Diante de um novo check, Mojave apostou 27 milhões e ouviu o call. Por fim, no river 2, com 65, Shatilov fez um check-call de 43 milhões. Dono de AJ, Mojave acabou ficando com apenas 59 milhões em seu stack.


Apesar da situação adversa, Mojave conseguiu prolongar a sua permanência no torneio até o 5-handed. Veja como aconteceu a sua eliminação:


Com pouco mais de 6 bbs, Mojave fez um open shove do UTG. Na sequência, o button Jiri Horak também anunciou all-in. Depois do fold do small e do big, Mojave mostrou 97. Com JJ, o tcheco levou a melhor no bordo 6K3102.


A definição do campeão aconteceu mais de 12 horas após o início das ações. Finalista do High Roller e do Super High Roller, o canadense Sam Greenwood confirmou a sua vitória assim:


Nos blinds 6.000.000/12.000.000, Greenwood abriu um raise para 24 milhões e Shatilov pagou. O flop veio com 864. Shatilov deu um check-call de 20 milhões. No turn 3, Greenwood respondeu o check do seu oponente apostando 100 milhões. Shatilov pensou por alguns minutos antes de anunciar all-in de 362 milhões. Com KK, Greenwood deu instacall para ver o europeu revelar 98. Assim que o dealer virou o river 5, Shatilov deu adeus a briga por um prêmio de US$ 1 milhão.


Resultado final:

1. Sam Greenwood (Canadá) US$ 1.000.000

2. Andrey Shatilov (Rússia) US$ 650.000

3. Jonas Gjelstad (Noruega) US$ 450.000

4. Jiri Horak (República Tcheca) US$ 315.850

5. Felipe Ramos (Brasil) US$ 220.000

6. Preben Stokkan (Noruega) US$ 150.000

7. Udo Erlei (Alemanha) US$ 100.000

8. Dan Dizenzo (EUA) US$ 70.000


 



+BRASIL



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2018. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123