GERAL

Martin Mathis supera Bruno Volkmann no heads-up e conquista o título do MILLIONS Rio

Torneio disputado no Rio de Janeiro distribuiu R$ 20 milhões


 

25/03/2019 00:26
» comente
Martin Mathis supera Bruno Volkmann no heads-up e conquista o título do MILLIONS Rio/CardPlayer.com.br
A festa do campeão Martin Mathis (foto: Camila Ocampo)


Em uma mesa final composta apenas por profissionais, quem soltou o grito de campeão no Main Event do MILLIONS Rio foi o norte-americano Martin Mathis, jogador que confirmou presença na decisão com o menor stack. Pela cravada nos feltros do Belmond Copacabana Palace, ele embolsou R$ 3.494.800, a maior premiação da sua carreira nos MTTs ao vivo.


Mathis é conhecido pelos seus feitos na internet, onde pilota a conta “TheLipoFund”. Em 2014, após perder o heads-up do $1.050 Super Tuesday, ele conseguiu vencer o torneio na semana seguinte. Por conta da Black Friday, o profissional de 29 anos foi obrigado a viajar o mundo, passando algumas vezes até pelo Brasil. Em uma de suas viagens, ele também desembarcou no Peru para a disputa de uma etapa do extinto LAPT. 


Apesar de ter avançado para a FT na lanterna, Mathis foi o único jogador que conseguiu tirar a liderança do brasuca Bruno Volkmann. Os dois grinders travaram um equilibrado duelo com algumas alternâncias na liderança. Veja como foi a mão derradeira do heads-up:


Isolado na ponta, Mathias viu Bruno anunciar all-in de cinco big blinds. Com Q8, ele optou por pagar. Bruno apresentou Q2 e foi eliminado assim que o dealer abriu o bordo A3J710. Ao todo, Bruno embolsou R$ 2.748.400.


As premiações do campeão, do vice e do terceiro colocado foram definidas em acordo. Na discussão, os finalistas optaram por deixar o troféu e mais R$ 848.000 em jogo. 


A decisão começou a ser disputada no último sábado. Depois de passar boa parte do Dia 4 com um dos grandes stacks do salão, o paranaense André Busato deixou o campeonato na oitava colocação. No início da FT, o grinder fez um open shove de 26 big blinds ao receber AQ. Matas Cimbolas foi o único a pagar e mostrou KK. O bordo 98629 decretou a queda de André.  


Caio Hey, por sua vez, batalhou por horas com um dos menores stacks do Main Event. No retorno do torneio, ele fez um 3-bet shove com 22. Samuel Gagnon deu o call e mostrou 77. O bordo 7QJ49 não trouxe nenhum dos outs do brasuca e ele deu adeus a briga pelo título. 


Por muito pouco o Brasil não teve mais um representante na finalíssima. No Dia 4, Dayane Kotoviezy levou a pior em dois grandes potes. Após empurrar todas as suas fichas para o centro da mesa, ela acompanhou Vlada Stojanovic, com um stack menor, fazer o mesmo. Com QQ contra AK, a embaixadora do partypoker estava próxima de subir na classificação, porém o bordo A8579 deixou a paranaense com poucos blinds. Na sequência, Dayane saiu com A6 e se envolveu em outro all-in pré-flop contra Stojanovic. O sérvio mostrou Q10 e voltou a encontrar ajuda no bordo JJ3AK. Pela 11ª posição, Dayane conquistou R$ 240.000.


No total, o Main Event registrou 439 entradas de US$ 10.300, field que não arrecadou o suficiente para bater a premiação garantida de US$ 5 milhões (R$ 20 milhões). Confira quanto os finalistas puxaram:


1. Martin “TheLipoFund” Mathis (EUA) R$ 3.494.800*

2. Bruno “great dant” Volkmann (Brasil) R$ 2.748.400*

3. Matas “bebaimis777” Cimbolas (Lituânia) R$ 2.236.800*

4. Samuel ‘eqn778’ Gagnon (Canadá) R$ 1.480.000

5. Vlada “Vlada2108” Stojanovic (Sérvia) R$ 1.200.000  

6. Caio “caiohey” Hey (Brasil) R$ 1.000.000

7. Michael “SmallKindB” Sklenicka (República Tcheca) R$ 800.000

8. André “AndreBusato” Busato (Brasil) R$ 600.000

*Premiações definidas em acordo que separou R$ 848.000 para o campeão



Precisa de fichas? Entre em contato com a ROYALpag e receba seus créditos em 5 minutos.

 



+GERAL



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123