BRASIL

João Simão e André Akkari sobem ao pódio do 25K do EPT Monte Carlo

Alemão Rainer Kempe foi o algoz da dupla brasileira


04/05/2019 15:58
» comente
João Simão e André Akkari sobem ao pódio do 25K do EPT Monte Carlo/CardPlayer.com.br
João Simão (esq) e André Akkari brilharam no último dia do EPT Monte Carlo


O Brasil encerrou a sua participação no EPT Monte Carlo com um grande resultado. No US$ 25.000 NL Hold’em, os profissionais João Simão e André Akkari deixaram a decisão com prêmios de seis dígitos. Enquanto João ficou com a medalha de prata e € 289.500, Akkari conquistou € 184.520 pela terceira colocação.


Na bolha da premiação, João decretou a queda do craque Adrián Mateos. Dono de apenas 6 big blinds, o espanhol fez um open shove ao sair com A10. Direto do small, o embaixador do partypoker aplicou o call e mostrou AQ. O bordo 77Q54 não salvou o europeu. 


Com a queda de Mateos, Akkari passou a ter o menor stack do torneio. Antes de dobrar as suas fichas, ele viu João eliminar Richard Yong na sétima colocação. Em um all-in pré-flop, o mineiro apresentou QQ contra o AQ do asiático. Pouco tempo depois, Akkari defendeu o big com um 3-bet shove. A ação voltou para Steve O'Dwyer, que aplicou o call e mostrou 77. Segurando AQ, o Team Pro permaneceu no evento quando o dealer virou o bordo 3A4410.


O’Dwyer não demorou a voltar a perder um grande pote para Akkari. Em outro all-in pré-flop, o irlandês apresentou 66 contra QQ do paulistano. O bordo não alterou o cenário e O’Dwyer passou a ter apenas 3 big blinds


Após eliminar O’Dwyer e David Peters, o alemão Rainer Kempe assumiu a liderança com mais da metade das fichas em jogo. Com QQ, ele encontrou uma ótima oportunidade de decretar a queda de mais um oponente quando Akkari anunciou all-in. Entretanto, o brasileiro revelou JJ e encontrou um dos seus dois outs no bordo.


Kempe conseguiu se recuperar no nível seguinte. Na sequência do all-in de 11 big blinds de Akkari, ele deu instacall e mostrou AK. Com A2, o veterano do PokerStars perdeu todas as suas fichas assim que o bordo trouxe 3985J.


Em vantagem no início do heads-up, Kempe logo complicou a vida de João. Na jogada derradeira do confronto, quando tinha apenas 6 big blinds, o jogador de Belo Horizonte anunciou all-in com J5. Dono de A6, Kempe soltou o grito de campeão depois da abertura do bordo Q38610.  No total, Kempe ganhou € 400.850.


O início de João no torneio foi muito ruim. No Dia 1, ele foi eliminado três vezes. Em seu retorno aos feltros do cassino Monte Carlo, o profissional dobrou o seu stack no primeiro nível de blinds. No flop Q109, diante de uma aposta do norte-americano Bryn Kenney, ele empurrou o seu stack para o centro da mesa. Algoz do brasileiro na sexta-feira, Charlie Carrel largou as suas cartas, já Kenney deu o call e mostrou KQ. Segurando AA, levou a melhor no turn 2 e no river J.


Com 53 entradas, o campeonato arrecadou uma prize pool de € 1.272.530. Confira o resultado final:


1. Rainer Kempe (Alemanha) € 400.850

2. João Simão (Brasil) € 289.500

3. André Akkari (Brasil) € 184.520

4. David Peters (EUA) € 139.980

5. Steve O'Dwyer (Irlanda) € 108.170

6. Seth Davies (EUA) € 82.710

7. Richard Yong (Malásia) € 66.800



Precisa de fichas? Entre em contato com a ROYALpag e receba seus créditos em 5 minutos.

 



+BRASIL



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123