BRASIL

Ênio Bozzano é campeão do Rio Open do partypoker MILLIONS Live

Jogador catarinense teve a companhia de Thiago Crema na FT


20/03/2019 11:24
» comente
Ênio Bozzano é campeão do Rio Open do partypoker MILLIONS Live/CardPlayer.com.br
A festa do campeão Ênio Bozzano (foto: Camamila Ocampo)


Os jogadores estrangeiros não vão ter uma vida fácil na primeira etapa da história do partypoker MILLIONS Live no Brasil. No evento de inaugural do festival, o Rio Open, Ênio Bozzano reverteu uma grande desvantagem no heads-up para deixar o título no país. Pela cravada nos feltros do Belmond Copacabana Palace, ele embolsou R$ 720 mil.


Após uma longa FT, a briga pelo troféu de campeão ficou entre Bozzano e Sam Grafton. Com 18 big blinds contra 129 do inglês, o brasuca conseguiu dobrar o seu stack logo na primeira mão. Durante as três horas do confronto, eles se alternaram na liderança várias vezes. Quando os finalistas estavam separados por uma pequena diferença, Grafton fez um open shove com 96. Bozzano deu call e mostrou A9. O bordo K882Q colocou Bozzano na isolado na ponta. Pouco tempo depois, o campeonato foi decidido assim:


Dono de K7, Bozzano fez um open-shove de mais de 700 milhões. Com 184,5 milhões, Grafton não correu e mostrou 108. O bordo Q2472 decretou a festa brasileira.


Na mesa final, Bozzano teve a companhia de um dos principais profissionais do país, o grinder Thiago Crema. Um dos favoritos ao título, o jogador do 4Bet perdeu importantes potes no início da decisão. No bordo 3JK45, ele empurrou o seu stack de 51 milhões para o centro da mesa. Com menos fichas, o argentino Alejandro “Papo MC” Lococo anunciou o call e mostrou KQ. Dono de A10, Crema passou a ter menos de 10 big blinds.


No nível seguinte, diante de um raise de Bozzano, Crema fez um 3-bet shove com 77. Segurando par de dois, Bozzano optou por pagar. O bordo 245QJ encerrou a participação de Crema. 


Morando no Brasil há muitas décadas, o argentino Mario Fernandez faz questão de jogar com a bandeira verde e amarela. Logo após a queda de Crema, ele fez um 4-bet shove com KJ. Grafton aplicou o call e mostrou 88. No bordo 59932, Fernandez não encontrou nenhum dos seus outs.


Com buy-in de US$ 1,1 mil, o Rio Open registrou 886 entradas, arrecadando menos que o garantido de US$ 1 milhão. No Dia 3, o torneio ainda distribuiu uma vaga de US$ 10.300 para o Main Event da etapa para os quinze primeiros colocados. 


Resultado final:

1. Ênio Bozzano (Brasil) R$ 720.000

2. Sam Grafton (Inglaterra) R$ 437.600

3. Andrew Chien (Canadá) R$ 300.000

4. Nazar Buhaiov (Bósnia Herzegovina) R$ 200.000

5. Alejandro “Papo MC”Lococo (Argentina) R$ 140.000 

6. Anton Morgenstern (Alemanha) R$ 100.000

7. Mario Fernandez (Brasil) R$ 70.000

8. Thiago Crema (Brasil) R$ 52.000



Precisa de fichas? Entre em contato com a ROYALpag e receba seus créditos em 5 minutos.

 



+BRASIL



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2019. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123