BRASIL

“Tentamos fazer coaching com o Negreanu, mas ele não faz isso”, conta Rafael Moraes

Jogador do 4Bet revelou em entrevista exclusiva com quem a equipe já fez coaching


30/06/2016 15:00
» comente
“Tentamos fazer coaching com o Negreanu, mas ele não faz isso”, conta Rafael Moraes/CardPlayer.com.br
Rafael Moraes é o dono das três maiores premiações do país em 2016


Destaque do Brasil na temporada 2016, o grinder Rafael “GM_VALTER” Moraes, do 4Bet Team, sabe que a evolução no poker precisa ser constante. Em entrevista exclusiva à Card Player Brasil, o profissional revelou que a equipe foi atrás de coaching com os principais nomes do poker mundial. Confira:

Marcelo Souza: Você chegou a um nível em que há nada ou quase pouco para se aprender no Brasil. Quando se atinge esse patamar, como seguir evoluindo?

Rafael Moraes: Conseguir conteúdo no Brasil é bem complicado. Acredito que o 4Bet está hoje no topo em relação a conhecimento. O negócio então é buscar “ajuda” fora. Estamos sempre buscando bons coachings, mas é muito complicado. Para o que queremos, ou o cara cobra muito cara ou não tem interesse em passar conhecimento. No começo, a sua evolução é bizarra, você aprende as aplicações de SPR, floating, 3-bet light e seu aprendizado dá um salto. Mas em um determinado ponto, é preciso corrigir apenas detalhes, então é preciso muito cuidado para não estagnar. A curva de aprendizado, no começo, ela é ascendente. Depois, tende a ficar reta ou cair. Ainda bem que tenho dois monstros do poker ao meu lado para discutir mãos a todo tempo, o Will Arruda e Thiago Crema. Com eles, a cada dia aprendo alguma coisa nova.

MS: Com quais jogadores de renome internacional vocês, do 4Bet, já fizeram coaching?

RM: Bom, para citar dois caras muitos bons, posso falar do Mike “Timex” McDonald, campeão de EPT; e do Galen Hall, campeão do PCA em 2011.

MS: E tem algum profissional inacessível ou que vocês já foram atrás e não conseguiram?

RM: Na verdade, sim. Um é praticamente impossível, simplesmente porque o cara não dá coaching. O outro já procuramos, mas a hora/aula custa mais de US$ 1.500. O primeiro é o Daniel Negreanu. Ele é sinistro. Joguei na mesa dele no high roller do EPT o tempo inteiro e ele é realmente é diferente. Ao vivo, o feltro é a segunda casa dele. O quão confortável ele joga é impressionante. Ele é meu grande ídolo no poker e não é o cara que mais ganhou dinheiro em torneios por acaso.

O outro é o Isaac Haxton. Ele sempre foi uma grande referência pra mim. Sempre venceu nos cash games mais caros de Omaha e hold’em, joga em alto nível todos torneios high stakes, ao vivo e online. Ele é extremamente técnico. Atualmente, é o cara com quem eu mais queria de ter um coaching.

Confira a íntegra da matéria na edição 107, da Card Player Brasil. Para adquirir o seu exemplar, clique AQUI.



Siga a @cardplayerbr no instagram e fique por dentro das nossas novidades.

 



+BRASIL



A CardPlayer Brasil™ é um produto da Raise Editora. © 2007-2018. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.

Lançada em Julho de 2007, a Card Player Brasil reúne o melhor conteúdo das edições Americana e Européia. Matérias exclusivas sobre o poker no Brasil e na América Latina, time de colunistas nacionais composto pelos jogadores mais renomados do Brasil. A revista é voltada para pessoas conectadas às mais modernas tendências mundiais de comportamento e consumo.

Sede: Rua Stela de Souza, 54 - Sagrada Família - Belo Horizonte/MG - CEP: 31030-490
contato@cardplayer.com.br
31 3225-2123